NOS com várias oportunidades em aberto

A NOS está a recrutar business analysts para várias áreas, gestor de projeto, market research, data scientist e técnico de suporte e desenvolvimento.

NOS com várias oportunidades em aberto
No Porto e em Lisboa

NOS, grupo de comunicações e entretenimento detido em parte pela Sonaecom, disponibiliza uma vasta gama de serviços de telecomunicações para todos os segmentos de mercado – pessoal, residencial e empresarial -, tendo uma posição de destaque nos serviços de televisão por subscrição, serviços de banda larga de última geração, telefone ilimitado e na exibição e distribuição cinematográfica em Portugal.

O grupo, no Porto, pretende recrutar business analyst para integrar a equipa de Planeamento & Controlo e em trabalho de proximidade com as equipas de IT/DW e com as diversas áreas de negócio.

São procurados candidatos com licenciatura em Engenharias Informática, Industrial e Gestão ou Eletrotécnica, Matemáticas Aplicada à Gestão, Sistemas de Informação, Economia/Gestão com componente quantitativa forte ou outras equivalentes.

Os candidatos devem também ter excelentes conhecimentos de Excel, otimização de ficheiros/ bases de dados, dashboarding, macros, etc.; capacidade analítica e espírito crítico; facilidade da estruturação e comunicação de ideias; proatividade, autonomia e rigor e espírito de equipa e atitude positiva.

Também no Porto, a empresa está a selecionar candidatos para a função de business analyst, mas para a área de quantitative marketing.

São procurados profissionais com experiência para exercer funções no âmbito da análise e transformação de dados em conceitos acionáveis e recomendações estratégicas; interpretação dos desafios de negócio e desenvolvimento de potenciais soluções; desenvolvimento de modelos e soluções de negócios inovadores e disruptivos suportados em análises quantitativas robustas; apoiar, quantitativamente, os diferentes stakeholders na tomada de decisões estratégicas de negócio; análise de opções de crescimento de novas oportunidades de negócio e construção e desenvolvimento da estratégia global de marketing quantitativo e da sua implementação.

Gestor de projetosmarket research e técnico de suporte e desenvolvimento são as outras oportunidades às quais poderá concorrer no Porto.

Em Lisboa, a NOS procura um licenciado em Engenharia do Ambiente, Gestão ou Economia para monitorização contínua de risco.

As principais tarefas deste profissional vão ser efetuar a gestão do sistema integrado – Qualidade, Ambiente e Higiene & Segurança – , incluindo a gestão de documentos do SG – Manual, Processos, Procedimentos, instruções operacionais e registos – , e os relatórios de desempenho (anual e trimestral); definir e controlar a aplicabilidade de legislação nacional e comunitária entre outros requisitos contratuais e manter legislação ambiental atualizada; efetuar a melhoria contínua dos controlos e Sistemas de Gestão associados às certificações, através do acompanhamento (follow-up) do estado das não conformidades e das oportunidades de melhoria, bem como das respetivas ações de mitigação, garantindo que são tratadas de acordo com os procedimentos em vigor; entre outras tarefas.

As competências técnicas pedidas aos candidatos são no âmbito das normas ISO 9001 e 14001, OHSAS 18001; gestão de  resíduos; legislação ambiental; tratamento de indicadores; levantamento e desenho de processos; bons conhecimentos de Inglês e experiência em sistemas de gestão qualidade e ambiente.

Há ainda uma vaga para data scientist e são procurados profissionais com experiência comprovada na criação de insights a partir de grandes volumes de informação; proficiência em programação, preferencialmente R/Python, para modelação de informação e implementação de algoritmos de machine learning; compreensão da organização das várias áreas de informação DW Corporativo e agilidade no manuseamento da mesma em SQL; capacidade para potenciar a utilização dos diferentes componentes do ecossistema da plataforma Big Data – Oozie, Sqoop, Hive, Pig, Mahout, Spark, etc.; domínio de ferramentas de visualização de informação ou reporting – qulikview, tableau, Business Objetcts, Microstrategy, etc.; conhecimentos de exploração de bases de dados NOSQL; criação e comunicação eficaz de apresentações concisas para audiências técnicas e não técnicas; capacidade de gestão de projetos e negociação interna e pensamento crítico.

Por fim, a empresa refere que quer reforçar a sua área de business analytics com licenciados em Engenharia, Gestão de Informação, Informática ou Matemática, com ambição de aplicar os seus conhecimentos e capacidade de análise em problemas complexos de negócio que requerem abordagens disruptivas.

Se pretende saber mais ou candidatar-se a uma destas oportunidades, poderá fazê-lo na página de recrutamento da NOS aqui!

Veja também: