Imobiliárias sobrevivem graças às penhoras

Uma vez que os bancos têm em carteira muitos imóveis penhorados, que não conseguem escoar, apoiam-se nas imobiliárias, as quais agradecem, pois é graças à venda destas casas que o sector se tem aguentado.

Imobiliárias sobrevivem graças às penhoras

O sector imobiliário é um dos sectores que mais sofre com a crise que se instalou e aparentemente veio para ficar.

A desgraça de uns é a salvação de outros, e enquanto várias famílias entram em incumprimento e deixam de conseguir pagar as suas prestações ao banco, levando à penhora dos imóveis, as imobiliárias lá continuam a aguentar-se graças à venda destas casas, com condições especiais e crédito para o valor total do imóvel.

Os bancos já fizeram parcerias com várias mediadoras imobiliárias e numa altura em que as condições de acesso ao crédito habitação são muito restritivas, existirem casas penhoradas que são colocadas à venda com crédito garantido e com condições especiais e financiamento a 100%, é quse certo que se conseguem vender.

A compra de casa continua à frente na preferência dos portugueses, no entanto, com o dificil acesso ao crédito devido às restrições dos bancos, tem aumentado a procura pelo mercado de arrendamento. Muitas empresas imobiliárias defendem o arrendamento em vez da compra de casa e lamentam que muitas pessoas procurem o arrendamento, não por opção, mas sim porque não têm crédito para comprar.

Para quem procura casa para comprar, pode encontrar 5 mil imóveis na Remax e 4 mil na Era, com condições de financiamento aliciantes, nomeadamente, o financiamento até 100%, isenção das despesas de dossier, spreads mais atractivos, proporcionando uma oportunidade de negócio única, além de um bom investimento para os clientes.