IRC desce de 23 para 21%

O IRC vai descer de 23% para 21%, segundo notícia avançada hoje. A medida está prevista no Orçamento do Estado para 2015.

IRC desce de 23 para 21%
Em ano de eleições, começam a existir alterações nos impostos

O Orçamento do Estado para 2015 já está a dar que falar, principalmente por estarem a ser contempladas medidas que visam a descida de alguns impostos. É notícia que a taxa do IRC em 2015 vai descer de 23% para 21%. Esta medida vai fazer com que o Executivo de Passos Coelho abra mão de 200 milhões de euros na sua receita fiscal. Segundo a notícia do Diário Económico, esta perda causada pela descida do IRC de receita será coberta pelo dinheiro “arrecadado no combate à fraude e evasão fiscal”. Nos últimos dois anos, o Executivo já mexeu duas vezes na taxa do imposto sobre o lucro das empresas (IRC), sendo que agora existirá uma descida benéfica para as mesmas.

Se falarmos na taxa de IRS, as notícias já diferem. Segundo o Diário de Notícias,  “o Governo quer comprometer o PS com a reforma do IRS e amarrar o futuro líder do PS, António Costa, às medidas que vão ser vertidas para uma proposta de lei autónoma do Orçamento do Estado para 2015. Uma proposta que também inclui a esperada descida da sobretaxa”.

No último ano de mandato do Executivo de Passos Coelho antes das legislativas, o tom pré-eleitoral começa a fazer-se sentir. Já em relação ao Orçamento do Estado, que será debatido debatido e aprovado em Conselho de Ministros extraordinário, “não integra ainda a descida do IRS, embora o impacto da medida tenha de estar estimado nas contas do Estado. O Primeiro-ministro, a ministra das Finanças e o vice-primeiro-ministro ainda vão partir pedra em torno da reforma do imposto e da descida da sobretaxa”.


Veja também: