Publicidade:

PEJENE com programa de estágios para jovens

Se está a frequentar o penúltimo ou último ano de qualquer curso do ensino superior pode candidatar-se aos estágios PEJENE da Fundação da Juventude.

PEJENE com programa de estágios para jovens
Estágios duram dois a três meses e decorrem entre julho e setembro

A Fundação da Juventude está a desenvolver a 26.ª edição do PEJENE Programa de Estágios de Jovens Estudantes do Ensino Superior nas Empresas -, um projeto que nasceu em 1993 com o objetivo de integrar jovens que estejam a terminar o ensino superior num contexto de trabalho real.

Segundo a instituição, através deste programa os jovens serão colocados em entidades de acolhimento no período de interrupção das suas atividades letivas de verão, período que coincide com as maiores necessidades das empresas em termos de recursos humanos.

PEJENE: a quem se destina?


Este programa de estágios da Fundação da Juventude destina-se a todos os jovens que frequentem o penúltimo e o último ano de qualquer curso do ensino superior, ou seja, de uma Licenciatura, Mestrado ou Mestrado Integrado, Pós-Graduação em qualquer área de estudo. Por outro lado, é aberto todas as empresas/entidades interessadas em acolher estagiários, desde empresas industriais, comerciais, de serviços até às indústrias culturais, criativas, de lazer ou entretenimento, estando ainda aptas a fazer candidatura instituições financeiras, instituições sem fins lucrativos (como fundações, associações e IPSS), autarquias locais e agencias de desenvolvimento local.

Para as empresas, as candidaturas já estão a decorrer e prolongam-se até 14 de abril. Para os estudantes, as candidaturas decorrem a partir de 18 de abril e terminam quando todas as vagas forem preenchidas.

Os estágios terão a duração mínima de dois meses e máxima de 3 meses, devendo decorrer entre julho e setembro de 2018. As entidades de acolhimento têm que pagar, no mínimo, subsídios de alimentação e de transporte mensais e fazer um Seguro de Acidentes.

Na última edição do programa PEJENE a taxa de empregabilidade verificada após a realização do estágio foi de 23%, sustenta a Fundação da Juventude.

Para mais informações contacte a instituição.

Veja também: