Rali de Portugal teve um grande impacto na economia

Desde o EURO 2004 que não se assistia a um evento desportivo com um impacto tão positivo na economia. O Rali de Portugal 2013 superou expectativas

Rali de Portugal teve um grande impacto na economia
Rali de Portugal 2013 mexeu com a economia
  • Rali de Portugal 2013 teve um impacto na economia portuguesa superior a 100 milhões de euros

Nem sempre as notícias de economia estão associadas ao desporto, mas desta vez há uma excepção. Segundo a notícia avançada esta semana, o Rali de Portugal 2013 gerou um impacto na economia portuguesa superior a 100 milhões de euros.

 

A prova de 2013 conseguiu "um acréscimo de 3,9 milhões face à edição de 2012 e de 9,8 milhões relativamente à edição de 2011". Pode por isso dizer-se que o impacto na economia foi directo e indirecto, tendo atingido os 101,7 milhões de euros(54,1 milhões de impacto directo e 47,5 indirecto). 

 

Estudo avalia imagem dos destinos de Portugal

A notícia surge de um estudo desenvolvido pela Universidade do Algarve entre Janeiro e Julho de 2013, que serviu fundamentalmente para avaliar o impacto do Rali de Portugal na economia e no turismo. Para além deste impacto, foi também avaliada a imagem dos destinos de Portugal, nomeadamente no conjunto das regiões de Fafe, Lisboa, Baixo Alentejo e Algarve. A amostragem foi de 1523 inquéritos presenciais a pessoas que assistiram ao evento, tanto portugueses como estrangeiros.

 

O impacto dos eventos desportivos na economia

Ao falar-se de um evento desportivo desta dimensão e do respectivo impacto na economia portuguesa, é inevitável comparar esta dimensão ao UEFA EURO 2004, que foi até então o maior evento desportivo de sempre. O Rali de Portugal vem assim provar que este tipo de eventos desperta um efeito muito positivo em termos de imagem e exportações de viagens e turismo em Portugal, incentivando à exportação que é aliás uma prioridade da economia nacional.