Renegociar ou entregar casa?

De acordo com a Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP), a renegociação deve ser sempre privilegiada em detrimento da entrega da casa. Revela-se necessário que a banca esteja mais sensivel a estas questões.

Renegociar ou entregar casa?

A entrega da casa como forma de saldar a divida do crédito habitação, a chamada dação em pagamento, deve ser sempre considerada como última opção.

Aliás, a renegociação dos contratos de crédito habitação deve ser sempre uma possibilidade em cima da mesa. Além disso, tendo em conta a actual conjuntura, os próprios bancos devem estar mais sensiveis, aceitando excepcionalmente, renegociação do contrato, mesmo em situações que numa conjuntura normal, não aceitariam.

A associação dá exemplos de duas medidas excepcionais, que é o caso de serem apenas pagos os juros, ou até a revisão do período de carência.

A associação mostra-se preocupada com as medidas que estão a ser discutidas no Parlamento, pois teme que a banca não tenha capacidade para receber um volume de imóveis semelhante àquele que recebeu no primeiro semestre deste ano - 3.300 casas.

 

Continuar a Ler