Retomas de bancos: Consiga a casa dos seus sonhos

Os portugueses estão de olhos nas retomas de bancos. Condições de financiamento únicas e preços de saldo fazem disparar a procura. Saiba como conseguir a casa que tanto procura e vejo os casos de quem já encontrou.

Retomas de bancos: Consiga a casa dos seus sonhos
Retomas de bancos concretizam os seus desejos
  • Com o crédito malparado a subir, são cada vez mais as oportunidades para ter uma casa à medida dos seus sonhos.

O seu sonho é comprar casa? Quer constituir família mas não está disposto a arrendar casa? Pois então as retomas de bancos são a oportunidade que tanto procurou.


A associação que representa o setor das empresas imobiliárias, são cada vez mais as famílias que entregam as suas casas aos bancos. Porto e Lisboa são as áreas mais críticas, mas Loulé, Ponta Delgada e Braga lideram também os lugares cimeiros.


Tendo em conta que a entrega das casas aos bancos são uma preocupação para as instituições bancárias e, assim, as retomas de bancos tornam-se uma verdadeira oportunidade para quem procura uma casa à sua medida. Descontos de, pelo menos, 30% no preço das casas e financiamentos a 100% são as armas dos bancos.



"Comprei um apartamento em excelente estado por 66 mil euros"

Rita tem um emprego e um relacionamento estável há alguns anos. Quando o namorado a pediu em casamento imaginou logo que nunca poderia casar sem ter casa própria e, por isso, começou a procurar casa no mercado de arrendamento.


Quando tomou conhecimento das retomas de bancos, a sua atenção focou-se neste produto e a verdade é que o financiamento a 100% e os spreads baixos ajudaram a tomar a decisão final.


Rita comprou um T2 em Gondomar, de excelente qualidade e de áreas bastante generosas, por 66 mil euros e pronto a habitar.


E como conseguiu a Rita um negócio tão bom? "Comecei por pesquisar nos sites dos próprios bancos. Por exemplo, o Millenium e a CGD têm um portal exclusivo para as retomas de bancos. Depois de feita a pesquisa, selecionava alguns apartamentos, pelas características e pelas fotos, e marcava a visita ao imóvel".


A procura foi intensa? "Um pouco, muitas vezes não nos apercebemos pelas fotografias o estado do apartamento e nós queríamos um imóvel onde não fosse necessário proceder a grandes obras. Por outro lado, vimos apartamentos em excelente estado de conservação mas que não respondiam às nossas exigências. Por fim, lá encontramos o tal". 


Qual foi o passo seguinte? "O imóvel que compramos fazia parte da carteira da CGD e por isso tivemos acesso a condições de crédito privilegiadas. 100% de financiamento, prazo de 45 anos e spread a 1,5%. Depois de aprovado o crédito, só tivemos que nos preocupar em ir para lá viver".


Como pode ver, as retomas de bancos são um processo simples. Sem leilões, sem ver quem dá mais pelo imóvel, sem nada de complicações. Escolhe a casa que quer, solicita o crédito habitação na totalidade ou não, negoceia as condições do empréstimo e depois é só fazer a escritura e começar as mudanças.


Simule aqui o seu Crédito Habitação e dê o primeiro passo para a sua nova casa. »