To The Bone. Uma abordagem alternativa à anorexia

To The Bone aborda um dos temas mais fraturantes da sociedade, a anorexia. Foi lançado pela Netflix em julho.

To The Bone. Uma abordagem alternativa à anorexia
Deu que falar no Sundance 2017

To The Bone (ou O Mínimo para Viver, em Portugal) é um filme lançado em exclusivo pela Netflix. Uma obra que se debruça sobre a vida de Ellen, uma jovem com anorexia nervosa, que parte numa autodescoberta angustiante mas, ao mesmo tempo, bastante alternativa. Um filme que já deu que falar no festival de Sundance de 2017.

To The Bone procura uma escapatória à anorexia

Em To The Bone nada é convencional. Ellen (Lily Collins) é uma jovem com anorexia nervosa que nunca conseguiu livrar-se da doença que possui em todos os programas de reabilitação que frequentou. A última opção da família de Ellen é enviá-la para uma casa de acolhimento para jovens com os mesmos problemas.

Uma casa onde reside o médico Dr. William Beckham (Keanu Reeves) que aborda a anorexia de uma forma pouco convencional misturada com um humor revigorante mas, nem por isso, menos honesto.

Um filme que aborda as questões da anorexia e os desafios que as jovens de hoje em dia enfrentam perante os padrões de beleza instituídos pela sociedade.

Veja também: