Publicidade:

Na Turquia há uma nova biblioteca que nasceu do lixo

Ao longo de vários meses, funcionários públicos de Çankaya foram recolhendo livros deitados ao lixo. Agora, abriram uma biblioteca.

Na Turquia há uma nova biblioteca que nasceu do lixo
Com mais de 6 mil livros

Os “homens do lixo” de Çankaya, em Ancara, responsáveis pela recolha de resíduos na capital turca, criaram uma biblioteca com mais de 6 mil livros recolhidos nos caixotes do lixo. Uma biblioteca verdadeiramente pública construída ao longo de vários meses.

Do lixo para a biblioteca

ancara

Durante vários meses, os “homens do lixo” de Çankaya, em Ancara, foram recolhendo livros abandonados pelos caixotes do lixo da capital turca. Uma recolha realizada para dar uma nova vida às obras abandonadas, posteriormente colocadas em prateleiras de uma biblioteca criada numa antiga fábrica de tijolos.

Uma movimentação que não escapou ilesa aos olhares mais atentos da capital, sendo vários os habitantes que procuraram dar um contributo para que a nova biblioteca nascesse.

O espaço abriu portas em setembro de 2017, com o apoio do governo local. “Começámos a discutir a ideia de criar uma biblioteca com esses livros. E quando todos concordaram com isso, o projeto aconteceu“, afirmou o Presidente da Câmara de Çankaya, Alper Tasdelen.

Atualmente, a biblioteca “do lixo” conta com mais de 6 mil obras.

Veja também: