PLANO DE SAÚDE MEDICARE - 6 mensalidades sem compromisso

Cancro da próstata: tudo o que precisa saber

O cancro da próstata é o cancro mais comum nos homens. Saiba como identificar e tratar o problema.

Cancro da próstata: tudo o que precisa saber
Só na Europa morrem 300 homens por dia

A próstata é uma glândula que integra o sistema reprodutor masculino. As células desta glândula são as responsáveis pela produção do tecido prostático. O que acontece é que, no seu estado normal, as células reproduzem-se de forma saudável e quando envelhecem morrem naturalmente.

Em situação de cancro da próstata, as células não conseguem mais este auto controlo e não morrem quando envelhecem, tornando-se células de cancro e produzindo outras que não são necessárias de forma descontrolada.


Cancro da Próstata: diagnóstico, sintomas e tratamento


Fatores de risco

Não se sabe ao certo o motivo de desenvolvimento do cancro da próstata. O que se sabe é que existem alguns fatores de risco que podem aumentar a probabilidade de desenvolvimento da doença:

  • ​Homens com idades a partir dos 65 homens (não invalidando que homens mais novos não sofram da doença);
  • Presença deste tipo de cancro no histórico familiar direto;
  • Prevalência em indivíduos de raça negra face à branca;
  • Existência de alterações na próstata com células anormais;
  • Alimentação à base de gordura animal e de carne.
 

Diagnóstico

O diagnóstico do cancro da próstata é feito mediante dois exames: o toque retal, que consiste na palpação direta da próstata pela parede retal; e a análise química ao antigénio específico da próstata.

 

Sintomas

Em termos de sintomas do cancro da próstata, os mais apontados são:

  • Dificuldade ou incapacidade de urinar, ou em começar ou parar o fluxo de urina;
  • Descanso noturno várias vezes interrompido por necessidade de urinar;
  • Dor e/ou ardor ao urinar;
  • Fluxo de urina fraco ou intermitente;
  • Dificuldade nas relações sexuais por não conseguir ereções;
  • Presença de vestígios de sangue na urina ou no sémen;
  • Dor frequente nas costas, ancas ou na zona superior das coxas.
 
É preciso uma grande atenção porque se a doença progredir lentamente, pode não haver lugar logo a sintomas. Os homens devem por isso fazer check ups regulares da saúde da próstata.

 

Tratamento

De acordo com o estádio de desenvolvimento da doença, podem ser realizadas várias abordagens ao cancro da próstata. Radioterapia, hormonoterapia (tratamento hormonal) e quimioterapia são algumas dessas abordagens.

Em casos de estádios iniciais da doença, pode ser necessário recorrer a uma cirurgia, onde se remove toda ou apenas uma parte da próstata. Também ao nível da cirurgia existem diferentes opções que diferem, essencialmete, na forma como se chega até esta glândula (via abdómen, via escroto).

Um rastreio adequado pode diminuir o número de cancros da próstata e de finais menos felizes, pelo que deve apostar numa abordagem preventiva fazendo exames de rotina. Se tem mais de 45 anos, estes cuidados devem ser redobrados.

Veja também: