Publicidade:

Como criar o seu próprio emprego: 7 dicas iniciais

Com o desemprego elevado, saber como criar o seu próprio emprego é uma hipótese a considerar. Mas, como conseguir ter sucesso ao abrir o seu negócio?

Como criar o seu próprio emprego: 7 dicas iniciais
Crie o próprio emprego e seja feliz

Apesar do ato de empreender ser uma atividade considerada de alto risco, ter uma ideia de como criar o seu próprio emprego pode ser a solução para evitar o desemprego.

A revista Forbes constatou, em 2015, que Portugal despontava no horizonte como uma nação com destaque para o empreendedorismo. Atividades relacionadas ao mercado do turismo, como os tuk-tuks, e os serviços de pet sitting são uma amostra disto.

Para saber como criar o seu próprio emprego é preciso ter em conta algumas dicas importantes. Fique atento e tome nota.

7 dicas sobre como criar o seu próprio emprego


1. Comece com o que sabe

Se vai criar o próprio emprego, é fundamental entender que, apesar de ser importante arriscar, esta é a hora de fazer o que sabe. Coloque em prática algo que já conheça e comece a venda do serviço ou produto para uma rede de contactos conhecida.

work

2. Busque talentos

É normal que uma pessoa, estando só no negócio, não saiba ou não consiga dar conta de todo o trabalho. Procure aprender com os seus erros, perceba em quais detalhes tem mais dificuldade e, se o investimento permitir, busque agregar talentos ao empreendimento. Invista em profissionais que possuam qualidades complementares às suas.

3. Aprenda todos os dias

Parar de aprender é uma das coisas que pode acabar com a sua chance de levar adiante o próprio emprego. Nunca deixe de aprender e de aperfeiçoar-se. Tenha um bloco de anotações por perto – pode ser o do telemóvel – e registe os erros e acertos.

4. Determine metas

Uma vez que a ideia esteja decidida, defina metas trimestrais para serem alcançadas. No início pode ser um pouco complicado ter absoluta certeza do que se está fazendo e se a maneira escolhida é a melhor, por isso, defina algumas metas simples para os primeiros três meses. Isto o ajudará a manter-se proativo e com um senso de organização. No trimestre seguinte, outras metas poderão ser definidas.

5. Procure por mentores

A ideia por trás desta dica não é necessariamente depender de um mentor, mas como a função de criar o seu próprio emprego pode ser solitária, ter pessoas mais experimentes com quem conversar pode ajudar a aliviar as dúvidas. Mantenha a conversa em dia, busque inspiração, tire dúvidas. Se eles estão a fazer isto a mais tempo, provavelmente, possuem algumas dicas para compartilhar.

work

6. Não esqueça da família e amigos

Geralmente, quem busca empreender deseja ser o próprio chefe e não trabalhar para outra pessoa, todos os dias das 9h às 18h – em situações, muitas vezes, de stress. Se este é o seu caso, não deixe que a sua nova condição tome todo o seu tempo. Priorize os momentos de qualidade com quem ama e faça valer a pena todo o esforço da mudança.

7. Ao invés de vender, seja comprado

Esta é a meta final de qualquer um que deseja saber como criar o seu próprio emprego: ofereça um serviço ou produto tão bom que, ao invés de precisar vendê-lo, ele seja comprado sem grande esforço, sem precisar de convencer o cliente a comprar.

Por onde começar?

Existem algumas opções de programas de apoio financeiro para a criação de micro e pequenas empresas. Como o SI2E, o PAECPE e os apoios do IEFP. É possível, também, solicitar um crédito específico para este fim junto das instituições financeiras.

Veja também: