Publicidade:

Como estudar português no ensino secundário: 4 dicas

Saber como estudar português pode ser desafiante para os alunos do secundário. Seguir estas dicas poderá conduzir a bons resultados na disciplina.

Como estudar português no ensino secundário: 4 dicas
Ideias que podem ajudar os alunos no sucesso nesta disciplina

Como estudar português? Esta é uma questão que consome vários alunos do ensino secundário, em cada ano letivo. Sendo uma disciplina com um caráter muito subjetivo, pode, efetivamente, ser mais difícil encontrar um método que ajude os alunos a organizarem o seu estudo, procurando cobrir todos os aspetos que compõem esta disciplina tão importante do currículo nacional.

Que estratégias podem, então, os alunos do secundário seguir para saberem como estudar português?

Como estudar português com sucesso? 4 dicas essenciais

1. Educação literária

Relativamente às obras estudadas, os alunos deverão, antes de mais, ter a consciência de que nada substitui a leitura integral de um texto ou livro. Efetivamente, quanto mais abrangente for o conhecimento da obra em estudo, mais preparados os alunos estarão para interpretar os excertos textuais com que se irão deparar nos testes e, no final do 12º ano, no exame nacional.

2. Interpretação de texto

Os alunos deverão saber que, no ensino secundário, os professores esperam que as respostas de interpretação dos alunos sejam pequenos textos com introdução, desenvolvimento e conclusão.

Assim, cada resposta deve ser coerente e coesa, além de objetiva. Ou seja, os alunos devem responder apenas ao que é solicitado, evitando redundâncias e expondo as suas ideias de forma clara.

Quando precisam de referir vários aspetos, enumerando, os alunos deverão usar articuladores do discurso como “Em primeiro lugar”, “Em segundo lugar”, “Paralelamente” e “Por fim”.

Quanto mais bem construída uma resposta estiver, de forma lógica e fundamentada, mais pontos conseguirão conquistar. Convém, sempre que possível, comprovar as afirmações com citações textuais pertinentes que as fundamentem.

escrita

3. Funcionamento da língua

Para os alunos com mais dificuldade em descobrir como estudar português, este poderá ser um dos aspetos em que mais devem investir: o conhecimento linguístico.

Poderá ser muito vantajoso começar por estudar cada aspeto gramatical separadamente: funções sintáticas, orações, classes e subclasses de palavras, atos ilocutórios, tipos de coesão, deíticos, processos de formação de palavras, tipos de modalidade, tempo e aspeto verbal, o valor dos adjetivos, o valor das orações relativas, entre outros.

Após dominarem cada uma destas áreas em separado, os alunos poderão avançar para a resolução da parte II de exames nacionais anteriores, resolvendo os exercícios propostos e comparando as suas respostas com as que constam nos critérios de correção.

Os  estudantes nunca deverão esquecer-se de que o grupo gramatical nos testes e exames de português é o único que não tem caráter subjetivo, estando cada resposta apenas certa ou errada, não havendo lugar para ambiguidades. Por isso, aqueles que tiverem mais dificuldade na redação de texto deverão investir bastante nesta parte do estudo do Português.

4. Produção escrita

Existe muito a ideia errada de que a capacidade para a escrita de bons textos nasce com a pessoa, e que quem não a possui jamais conseguirá redigir bem. No entanto, isto não corresponde à realidade.

É inegável que alguns alunos possuem um talento natural para a escrita. Contudo, aqueles que têm mais dificuldade nesta área poderão também ter boa pontuação na avaliação de textos, uma vez que a escrita pode e deve ser praticada.

Assim, os alunos deverão procurar vários temas que lhes chamem a atenção no seu quotidiano e redigir textos sobre os mesmos, treinando a sua escrita, nomeadamente no que diz respeito à capacidade de argumentação.

Também deverão lembrar-se de que quanto mais lerem, mais vocabulário terão e mais ideias também apreenderão para os seus textos, enriquecendo-os.

Relativamente à parte formal, a ortografia não pode ser descuidada em hipótese alguma, assim como a acentuação, a pontuação, a sintaxe ou a coesão. Os alunos que sentirem dificuldades nestas áreas da linguística deverão treiná-las através de exercícios específicos, que poderão encontrar em vários livros à venda no mercado, ou até mesmo em websites.

Descobrir como estudar português no secundário é possível, e seguir estas ideias constitui uma ótima ajuda nesse sentido.

Veja também:

Catarina Mesquita Catarina Mesquita

Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses e Ingleses, Pós-Graduada em Linguística Portuguesa e Mestre em Estudos Portugueses Multidisciplinares, possui experiência de mais de quinze anos ao serviço da educação, da tradução e da escrita.