Como me posso despedir do atual emprego

Seis sugestões para quem pretende mudar de emprego, mas ainda não sabe como responder à questão “como me despedir?”.

Como me posso despedir do atual emprego
Quero mudar de emprego, como me posso despedir?

Sente que chegou a hora de mudar de trabalho? Encontrou um emprego melhor? Deseja mudar de vida? Então a pergunta “como me despedir?” deve inquietá-lo. Leia este artigo e conheça as nossas seis dicas para saber como se demitir.

Quero mudar de emprego, como me despedir?

O mais comum, hoje em dia, não é as pessoas despedirem-se, mas sim serem despedidas. Infelizmente, a crise veio agravar o desemprego e lançar para fora dos seus postos de trabalho milhares de portugueses.

Ainda assim, há quem consiga trocar de emprego, emigrar para países que oferecem melhores condições ou simplesmente mudar para setores de atividade mais prósperos.

Quando chegar a altura de se despedir, como irá fazê-lo? Poderá ser um processo simples ou mais complicado – varia de situação para situação. Neste artigo, poderá encontrar seis dicas para se despedir da melhor forma.

1. Não comente com ninguém

Quando tomar a decisão de se despedir do seu emprego, não comente com ninguém, mesmo que confie nessa pessoa. Antes de falar com a entidade empregadora, não deve abordar o tema ou começar a divulgar. São coisas que, mesmo de forma involuntária, se espalham rapidamente e poderão causar estragos, inclusive se chegarem aos ouvidos do patrão antes do tempo devido.

2. Escreva já a sua carta de demissão

O mais difícil quando chega a altura de se despedir é comunicá-lo à entidade empregadora. Quando o fizer, guarde uma cópia da carta de demissão, já depois de ter enviado a original. Damos-lhe um conselho: fale com o seu chefe antes de a empresa receber a carta de despedimento. É sempre preferível ele saber por si ao invés de saber através de uma carta.

reuniao

3. Esteja preparado para receber uma contra-proposta

Depois de formalizar o anúncio do seu despedimento, nunca se sabe o que poderá vir do outro lado. Há situações em que corre tudo de forma pacífica, mas é fundamental que esteja preparado para que a empresa tente demovê-lo da ideia.

Nestes casos, poderão fazer-lhe uma contra-proposta, um aumento de regalias, ou um simples pedido para ficar. Se tiver a sua decisão tomada e fundamentada, não ceda.

4. Reúna contactos e informação

Antes de comunicar a sua decisão, vá preparando a sua saída. Reúna todos os contactos possíveis, o máximo que conseguir e leve consigo a informação mais pertinente e que achar que possa ser útil futuramente.

5. Informe-se sobre os seus direitos

Quando alguém se despede por iniciativa própria, não terá direito a indemnização ou a grande parte das regalias associadas a um despedimento por parte da empresa, como por exemplo o subsídio de desemprego. No entanto, informe-se bem sobre aquilo a que tem direito e saiba exatamente quanto tem a receber, nomeadamente subsídios de férias ou subsídios de Natal.

6. Peça referências

Antes de sair, e com tudo já bem resolvido, peça se possível uma carta de recomendação ao seu chefe. Poderá vir a ser muito útil possuir as suas competências documentadas para mostrar a futuros empregadores.

Em suma

Não é fácil responder à questão “como me despedir?”, mas diríamos que a chave para sair da atual empresa mantendo boas relações é agir com diplomacia e nos trâmites legais. Boa sorte!

Veja também: