Como poupar no Natal

Para poupar no Natal, antes de planear as compras dos presentes, considere o dinheiro que gasta por mês e determine o valor que pode gastar nesta época.

Como poupar no Natal
Prepare as suas finanças para o Natal

Com o aproximar da época natalícia, as famílias começam a fazer contas à vida e a estudar como poupar no Natal. Para que possa desfrutar tranquilamente da quadra, sem contrair dívidas que o vão perseguir nos meses seguintes, é fundamental organizar as suas finanças, utilizar os recursos de que dispõe e, principalmente, evitar gastar mais dinheiro do que o necessário. Saiba quais são as nossas dicas para poupar no Natal.
 

12 DICAS PARA POUPAR NO NATAL

 
1. Já sabe, por aqui somos fãs de listas e, claro está, este é o primeiro passo para conseguir poupar no Natal. Faça uma lista de todos os presentes que quer oferecer e defina um valor para cada um deles. Assim como, uma lista de tudo o que prevê gastar nesta quadra, seja farinha para os sonhos, ovos para a aletria, abóbora para os bolos de bolina, as luzes da árvore que precisa substituir ou o que vai precisar para os quinze jantares que já tem marcados.
No final, some tudo e vá ajustando os valores de acordo com o orçamento que tem disponível. Se não dá para mais, não dá… não há problema nisso. Ninguém vai ficar chateado por isso! O importante é dar sempre alguma coisa, nem que seja um pouco de nós. Afinal… é Natal!
 
2. Há uma forma de contornar o ponto acima. Basta fazer uma poupança mensal para, em dezembro, ter dinheiro para festas e compras de Natal. Com apenas 10€ de poupança vai conseguir arrecadar cerca de 110€ para gastar em dezembro. Uma soma bastante generosa e que permite comprar muitas prendas, se formos suficientemente ágeis para isso.
 
3. Aqui no E-konomista gostamos sempre de antecipar todos os cenários. E também nos preocupamos com os porquinhos mealheiros mais magrinhos. Se o seu objetivo passa por poupar no Natal, nada como optar por prendas de natal até 5 euros. Consegue dar um pouco de si, as pessoas compreendem o esforço que fez e todos ficam felizes.

 
4. Não compre as prendas de Natal com muita antecedência! Surpreso? Vai contra as habituais dicas mas nós explicámos. Corre o sério risco de oferecer um livro que a pessoa já tem, umas calças que não lhe servem ou um perfume de que não gosta. Ora, se comprou em agosto, em dezembro, a troca já não é possível! Porém, em meados de novembro, algumas marcas já têm prazos de devolução alargados a pensar nas ofertas de Natal – confirme primeiro.

Também pode optar por comprar em agosto e dizer “é uma prenda antecipada de Natal”. Há pais que utilizam esta técnica e ninguém fica chateado por isso. Embora fique sempre bem oferecer umas meias ou umas cuecas, para que o Pai Natal possa passar lá por casa…
 
5. Na noite de Natal, juntam-se familiares e amigos para a ceia e a lista de presentes é interminável? Bom, assim não há carteira que aguente! Já pensou em fazer o jogo do Amigo Secreto? É garantido que cada pessoa recebe um presente e a sua carteira não fica tão depenada. Como vai comprar apenas uma prenda, pode definir um plafond generoso que deve ser igual para todos. Ou, então, troque prendas por casal em vez de uma por pessoa.
 
6. Tente fazer as suas compras online. Já lhe falamos sobre as vantagens de comprar online: poupa combustível, tempo e energia, pode comprar a qualquer hora, comparar preços e tudo com total privacidade. Se precisa mesmo de fazer compras de rua, escolha um único dia para todas e opte pelo zona ou centro comercial com mais oferta para evitar despesas com deslocações e parques.
 
7. Os jantares de Natal são perfeitos para rever amigos, sair da rotina e divertir-se mas, nesta altura do ano, isso pode roubar uma grande fatia ao seu orçamento mensal. Faça diferente e organize os jantares em sua casa. Ou desafie um amigo a fazê-lo! Opte por menus simples e acessíveis (por exemplo: lasanha ou bacalhau espiritual) e peça a cada convidado que traga qualquer coisa para a festa. Além de ficar mais barato, estão mais à vontade e “livres de relógios”.
 
8. Guarde todos os jornais e revistas das próximas semanas. Quando chegar a hora de fazer embrulhos já não precisa gastar um tostão! Se precisar de ideias para fazer embrulhos com este material, basta dar um salto ao Pinterest.
 
9. Aposte nas prendas de Natal low cost! Lembre-se: os melhores presentes não são, necessariamente, os mais caros. Com um pouco de criatividade consegue agradar aos seus familiares e amigos sem gastar muito dinheiro e ainda oferece prendas únicas. Uma fotografia da sua família para os avós, compota de abóbora para os tios ou mesmo uma gola de lã são presentes baratos, fáceis de preparar e que levam de bónus o carinho de quem os fez.

 
10. Pode sempre optar por prendas artesanais, as famosas “faça você mesmo”. Não tem ideias? Tem pouco jeito para as artes manuais? Não se sente inspirado? Pode sempre visitar o Pinterest para se inspirar. Ou perguntar a pessoas próximas por sugestões!

 
11. Já que falamos de criatividade, poupe nas decorações de Natal apostando em pinhas, azevinho, galhos, pinheiro, bolas de papel, grinaldas com decorações antigas, jarras cheias de fruta da época (laranjas e tangerinas ou mesmo nozes, avelãs e paus de canela), fitas ou latas de conserva pintadas. Tudo feito por si a quase custo zero. Mais uma vez, procure inspiração no Pinterest.

 
12. Se este ano a ceia e almoço de Natal são em sua casa, sejam muitos ou poucos, deixe que todos os convidados contribuam. Um simples gesto que permite aliviar o seu bolso e que acentua o sentimento de partilha e de comunidade.
Consulte também as nossas dicas para poupar na ceia de Natal.


Veja também: