7 Dicas para não adormecer ao volante

Adormecer ao volante pode ser uma tragédia, e nem sempre é fácil evitar que aconteça. Saiba como o fazer com as nossas dicas

7 Dicas para não adormecer ao volante
Saiba como evitar o perigo

A condução pode ser um bocado monótona para o condutor experiente, mas adormecer ao volante é um problema sério que tem de ser evitado a todo o custo. Quando um condutor adormece, este põe em risco não só a sua vida,mas também a de todos os outros na estrada.

Os custos de adormecer ao volante, além de financeiros, podem ser também emocionais e psicológicos caso algo grave aconteça. Como tal, aqui fica o nosso contributo para evitar o problema.
 

7 Dicas para se manter acordado ao conduzir

  Previna-se já para o que um dia de azar pode fazer ao seu automóvel

1. Coma ou beba qualquer coisa

A não ser que tenha algum tranquilizante no sistema, não vai adormecer a comer ou a beber. Mantenha algo no carro como uma garrafa de água, um pacote de batatas fritas ou até uma bebida energética.

Certifique-se de que só come ou bebe quando parado em algum lado, e faça-o devagar para despertar os seus sentidos. Comer enquanto conduz também pode ser a causa de um acidente, algo sempre a evitar, por muito bom que seja o seu seguro automóvel.

 

2. Masque pastilha elástica

É simples, é barato e não lhe faz muito mal. Antes de ir conduzir meta uma pastilha elástica na boca e mantenha-a consigo até parar para comer e  descansar. Mesmo que o sabor desapareça, não deite a pastilha fora! 

 

3. Arrefeça a temperatura do carro

Uma excelente forma de não adormecer ao volante é fazer com que a temperatura não lhe seja confortável. Não precisa de se torturar a si mesmo, apenas o suficiente para ser desconfortável e não adormecer.

 

4. Mude a posição do banco

Todos temos uma posição do banco a que estamos habituados e na qual estamos confortáveis. Para não adormecer mude a posição do banco para uma que não lhe seja familiar de modo a ter que se habituar. Certifique-se de que esta alteração não afeta a sua condução e quando se começar a habituar, volte a mudar.

 

5. Faça contas de cabeça

Quando o tranquilizante estiver a fazer efeito, faça contas de cabeça. Não faça apenas contas simples de somar ou subtrair, senão vai adormecer, mas desafie-se a si mesmo. O objetivo é manter a mente ocupada até chegar a um sitio onde pode descansar.

 

6. Fale com o rádio

Não se preocupe, ninguém o vai achar maluco. Siga o que está a dar na rádio e responda para manter a sua mente ativa e não adormecer ao volante.

 

7. Descanse de duas em duas horas

Ter que descansar várias vezes ao longo da viagem vai fazer com que demore a chegar ao seu destino. Mas, se adormecer e tiver um acidente, vai demorar muito mais a lá chegar, e por muito ligeiro que seja terá ainda uma conta por pagar – isto na melhor das hipóteses.

Veja também:

Continuar a Ler