AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Emprego numa cidade distante: o que fazer?

Se recebeu uma proposta de emprego numa cidade distante ou quer aventurar-se por "outras paragens" saiba como analisar os prós e contras e tomar a decisão mais acertada. 
 

Emprego numa cidade distante: o que fazer?
Numa altura em que o mercado de trabalho está cada vez mais competitivo muitos profissionais mudam-se de “armas e bagagens” para outras cidades.

Quem procura emprego sabe que nem sempre é fácil ficar na cidade natal ou (pelo menos) nas redondezas e, nesses casos, a solução passa muitas vezes por alargar o raio de ação e procurar emprego noutras áreas geográficas. Ainda assim, é normal que se questione se vale ou não a pena procurar emprego numa cidade distante. Se procura resposta para esta questão, veja o que deve ter em conta para tomar a sua decisão.

Emprego numa cidade distante: vale a pena?  

Sim ou não, tudo depende das condições. Ou seja, antes de agarrar nas malas e mudar-se de “armas e bagagens” para outra cidade deve pesar os prós e contras dessa mudança para perceber até que ponto isso vai ser benéfico para si.

Deve ter particular atenção para não se deixar iludir pelo entusiasmo do momento e pela ansiedade da mudança. Repare. É frequente que, quem procura emprego, perante a possibilidade de uma nova oportunidade descure algumas questões práticas. Mas antes de aceitar qualquer emprego numa cidade distante convém estudar as suas possibilidades e avaliar a oferta de emprego. Ora vejamos. Tem ou não emprego garantido? Se tem, quais são os parâmetros da proposta? É suficiente para cobrir as suas despesas? Ou por outro lado, se não tem emprego, qual é o seu plano? Já tem algumas empresas em vista? Tem como assegurar os seus gastos até encontrar emprego?

Mas há mais. Em termos pessoais, está ou não preparado para essa mudança? Em termos familiares quais são as implicações? Procurar emprego numa cidade distante vai permitir-lhe encontrar o balanço (essencial) entre a vida privada e profissional. Estas são apenas algumas das perguntas que tem que colocar a si mesmo e como vê já tem muito em que pensar.

Além disso, lembre-se também que por muito boa que seja a proposta a mudança terá que ser (na grande maioria dos casos) suportada por si. Portanto, não se precipite na sua decisão e trate de calcular bem os riscos que essa mudança pode acarretar para si.

 

Outras questões a analisar

A evolução e crescimento profissional é outro dos fatores a ter em consideração. Para o ajudar a tomar a sua decisão pergunte-se (e responda):
 

1. Se já tem emprego assegurado, tem ou não possibilidade de crescer na empresa?

 Pode dizer logo à partida que mesmo que não seja naquela empresa em específico pode sempre procurar outra empresa nessa cidade, mas não vamos “pôr o carro à frente dos bois”, como diz o ditado. Neste momento, esta é a sua oportunidade, se vai ter outras não sabe, portanto, o que interessa é perceber se é ou não uma boa opção e lhe vai possibilitar evoluir em termos profissionais.

 
Quer saber mais?
Receba as nossas melhores dicas no seu e-mail. Registe-se no E-Konomista. Diariamente, levamos até si a informação de emprego mais relevante.

2. Localize os seus contatos profissionais

É sabido que o networking é fundamental para a sua carreira. Analise a sua rede de contatos e tenter perceber se alguns deles se encontram na cidade para onde prevê mudar-se. Eles podem ser uma boa ajuda para a sua adaptação e até para encontrar novas oportunidades. 
 

3. Estude o mercado de trabalho nessa região

Pode até ter trabalho agora, mas ninguém sabe o que o futuro reserva. Por isso, não parta para uma cidade sem conhecer o mercado de trabalho aí prevalecente. Assim, caso as coisas não corram pelo melhor, já vai saber “para onde se virar”.  
 

4. Comece já a procurar trabalho

Se ainda não tem emprego garantido, não espere pela mudança para começar a pesquisar. Trate já de consultar os melhores sites de emprego e analisar algumas ofertas. 
 

As questões práticas

Habitação, bens essenciais, transportes são apenas algumas das questões logísticas que vai necessitar ter em conta. Portanto:
 

1. Faça uma lista de tudo o que precisa de fazer

O que vai precisar de levar consigo, o que precisa de comprar, documentos a tratar, transportes, informações sobre a cidade… enfim inclua tudo aquilo que necessite para organizar a sua mudança.
 

2. Assegure habitação antes de se mudar

Não se limite a ver anúncios de casas ou quartos online. Se já tem as questões laborais definidas e vai mesmo mudar de cidade deve tratar de assegurar habitação ainda antes da mudança. Analise e selecione algumas ofertas, entre em contato com os proprietários e, se possível, visite o imóvel e feche o acordo.
 

Quando a mudança vale a pena…

Se depois de analisar todas as vantagens e desvantagens da mudança chegou à conclusão que é mesmo isso que quer, trate de pôr mãos à obra. Afinal, a mudança não se faz sozinha.
Dois minutos chegam para concorrer ao emprego dos seus sonhos >>
Veja também: