Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
02 Dez, 2021 - 10:10

Emprego numa cidade distante: que aspetos deve analisar

Catarina Milheiro

Recebeu uma proposta de emprego numa cidade distante? Saiba como analisar os prós e contras e tome uma decisão acertada.

emprego numa cidade distante

É perfeitamente normal que se questione se vale mesmo a pena ou não procurar emprego numa cidade distante.

Trocas de equipas, mudanças no ambiente de trabalho ou até de estratégias podem ter um grande impacto na vida de um profissional. E a verdade é que enfrentar algo desconhecido e novo pode mesmo gerar alguma insegurança.

No momento em que nos deparamos com alguma oportunidade deste tipo, é crucial aprendermos a lidar com as inseguranças, tendo em conta todos os aspetos que devemos ou não considerar na hora da mudança.

Muitas vezes, a simples ideia de trocar de cidade por uma oportunidade de trabalho pode acabar por ser rapidamente descartada, sem que necessitemos de pensar muito sequer.

No entanto, uma mudança de cidade ou até mesmo de país pode trazer à nossa vida profissional e pessoal alguns benefícios. Fique connosco.

VALE A PENA PROCURAR EMPREGO NUMA CIDADE DISTANTE?

Sim e não, tudo depende das condições. Ou seja, antes de agarrar nas malas e mudar-se de “armas e bagagens” para outra cidade deve pesar os prós e contras dessa mudança para perceber até que ponto isso vai ser benéfico para si.

Decidir se vale a pena procurar ou aceitar um emprego numa cidade distante não é fácil. É necessário refletir sobre os diversos fatores, inclusive os impactos financeiros da mudança, por exemplo.

A verdade é que uma cidade diferente pode trazer oportunidades que não estão disponíveis na cidade onde mora e trabalha atualmente.

Assim, vale a pena mudar de cidade por um emprego a partir do momento em que este corresponda às suas expectativas profissionais e pessoais. Para além disto, é importante que esta mudança traga ainda novas perspetivas, sentimentos positivos e claro, novas motivações.

Para o ajudar listamos alguns prós e contras. Tome nota.

procurar emprego longe

Prós

  • Aumentar a sua rede de contactos;
  • Conhecer uma nova região, cultura ou costumes;
  • Ampliar o seu conhecimento;
  • Possíveis melhorias nas condições financeiras;
  • Ter novas experiências.

Contras

  • Falta dos amigos e da família;
  • Diferenças no custo de vida;
  • Adaptação a novos costumes, cultura, rotina pessoal e profissional;
  • Se não houver uma boa preparação, é possível que não se identifique com o novo estilo de vida.

ALGUNS ASPETOS A TER EM CONSIDERAÇÃO ANTES DE MUDAR DE CIDADE PARA TRABALHAR

Arranjar emprego numa cidade distante tem muito que se lhe diga. Dependendo do tamanho da mudança que fará ou não na sua vida, é necessário colocar na balança vários aspetos.

O primeiro deles é mesmo a sua carreira (algo que vai muito para além de um bom salário). Reflita bem sobre o assunto e coloque questões a si próprio: “Vai ter oportunidade de crescer na empresa? Conseguirá ser um profissional melhor, aprender mais e conquistar novos cargos?”.

Outra questão importante a ter em conta é também o facto de valer a pena considerar a mudança quando o objetivo é mudar a área de atuação e surge a oportunidade noutra cidade.

Afinal, não são muitas as empresas que oferecem emprego para quem pretende começar do zero ou mudar de área. Por isso mesmo, quando este tipo de oportunidades surgem noutros locais, é essencial ter isso em consideração também para que seja possível alcançar uma carreira de sucesso.

Tudo se resume ao equilíbrio dos fatores com a vida pessoal

De facto, um dos aspetos que mais pesa quando chega o momento de tomar uma decisão como esta – de mudar de emprego para uma cidade distante – é precisamente a família.

Na verdade, quando não existem filhos esta questão torna-se mais fácil. Afinal, é sempre mais complicado para os mais pequenos adaptarem-se a uma nova cidade, deixando os amigos para trás.

Contudo, é uma decisão que deve ser tomada em conjunto com a sua família de forma a que se seja o mais acertada possível e compatível com todos os membros.

Além disto, a nível pessoal também é essencial pensar em determinadas questões como a saúde, bem-estar físico e mental, qualidade de vida e lazer. Só depois de analisar todas estas questões é que deve refletir sobre as finanças.

Ou seja, falamos das despesas com a mudança, alugueres de casa, alimentação, escola dos filhos (se for o caso), despesas com as suas atividades pessoais e familiares na nova cidade, recursos disponíveis, lazer e outras. No fundo, se esta relação for equilibrada e favorável, então a mudança é indicada.

COMO ARRANJAR EMPREGO NOUTRA CIDADE: 3 DICAS

Se já tinha pensado em mudar de cidade para trabalhar, então este tema é para si. Apesar de algumas empresas darem preferência a candidatos que residam na cidade na qual a organização está instalada, há exceções.

No fundo, o importante é ter um currículo eficaz e devidamente atualizado, rico em experiências e qualificações para chamar a atenção dos recrutadores.

Para além disto, demonstrar que tem iniciativa e a disposição certas para uma mudança de cidade em prol do trabalho vai certamente destacá-lo perante o recrutador – que verá que o candidato está determinado e comprometido com a oportunidade.

1

Faça uma pesquisa das oportunidades na sua área de atividade

Existem diversos sites onde pode e deve procurar por novas oportunidades de trabalho fora da sua cidade. Para isso basta que coloque um filtro com as cidades onde gostaria de trabalhar, por exemplo.

O importante é perceber como está a procura por profissionais da sua área de formação naquela região. Depois, pesquise também sobre locais para se instalar e preços associados na zona.

Esteja atento aos requisitos para as vagas nas quais ficou interessado e arrisque.

2

Perceba como está o mercado de trabalho naquela zona

Como sabemos, há regiões que se desenvolvem mais através do comércio, outras através das indústrias e por aí fora. Assim, é importante que estude bem a oferta de empregos na cidade em questão e que perceba se se justifica mudar para ali.

Outro aspeto a considerar é o salário, que varia consoante a dimensão e estrutura da cidade. Por exemplo: em cidades maiores, os salários costumam ser mais altos. Consequentemente, o estilo de vida também sobre.

Avalie muito bem o cenário da cidade e perceba se corresponde às expetativas.

3

Faça contactos com pessoas da cidade e saiba quem está a contratar

Se já sabe qual a cidade para onde gostava de ir trabalhar, está na hora de entrar em contacto com profissionais da sua área ou conhecidos que morem e trabalhem lá.

Através destes contactos, conseguirá perceber melhor se se trata do local ideal para si e receberá ainda indicações e recomendações de empresas locais. Uma forma eficaz para o fazer é utilizar o LinkedIn, ampliando a sua rede de contactos.

Além disso, se já tem uma vaga na mente pesquise sobre a empresa nesta rede profissional e veja ainda quem está a contratar. Ou seja, fale diretamente com o recrutador em vez de responder a mais uma vaga de emprego. E não se esqueça de anexar o seu currículo.

Veja também