Energias renováveis: 6 fontes a conhecer

As energias renováveis são uma solução para combater a emissão de gases nocivos para a atmosfera e reduzir o impacto do aquecimento do planeta.

Energias renováveis: 6 fontes a conhecer
O Sol, o vento ou a água são fontes de energia

As energias renováveis estão na ordem do dia e a razão é simples: a atividade humana está a lançar níveis alarmantes de gases nocivos para a atmosfera. O dióxido de carbono, o metano e o ozono são dos gases que mais contribuem para o efeito de estufa.

Praticamente todos os dias somos alertados para fenómenos que os cientistas atribuem ao aquecimento da atmosfera que envolve o planeta. Fogos florestais de grandes dimensões, tempestades e furacões de força inusitada, icebergs que se destacam das placas e andam à deriva no oceano.

Apostar nas energias renováveis pode ser uma solução para diminuir a pegada ecológica da atividade humana. Ao mesmo tempo, será necessário reduzir o consumo dos designados combustíveis fósseis – como, por exemplo, o petróleo -, que tanto poluem o ambiente.

Energias renováveis: quais são?


As energias renováveis têm uma característica essencial: são basicamente inesgotáveis. Neste artigo, mostramos as seis fontes de energias renováveis que existem, bem como as suas vantagens e desvantagens.

Energia solar

painel solar

A energia solar é proveniente, como o nome indica, dos raios do Sol. Esta energia é convertível em eletricidade e calor. Os painéis solares fotovoltaicos transformam os raios do Sol em eletricidade. Os painéis solares térmicos aproveitam a luz do Sol para o aquecimento de água e de edifícios. É uma das energias renováveis mais amigas do ambiente.

Vantagens:

  • Não emite gases para a atmosfera, nem ruído;
  • A manutenção dos painéis é simples;
  • A tecnologia dos painéis evoluiu muito e o preço é cada vez mais competitivo.

Desvantagens:

  • A instalação de painéis exige uma construção adequada, o que pode encarecer o projeto;
  • Empreendimentos de grande dimensão podem colocar em causa habitats ou deslocações de animas;
  • A produção de energia ou calor está dependente da situação climatérica e à noite não há produção;
  • Em latitudes médias e altas há quebras elevadas de produção durante os meses de inverno;
  • O armazenamento de energia solar é pouco eficiente.

Energia hídrica

A energia hídrica provém da água dos rios. As barragens são um exemplo de conversão da água dos rios em energia elétrica. É possível a produção de energia hídrica através de água armazenada em albufeiras, ou através de cursos de água.

As centrais hídricas, ou barragens, usam a diferença entre o nível da albufeira e do rio para produzir energia. Essa energia faz rodar as pás de uma turbina, criando um movimento de rotação do eixo do gerador, produzindo eletricidade. As centrais a fio de água aproveitam o fluxo natural do rio para produzir energia.

Vantagens:

  • No processo de produção de energia, a água mantém-se no seu estado natural, sem qualquer dano;
  • É uma energia limpa, sem resíduos;
  • Tem baixos custos de produção;
  • A criação de albufeiras permite melhorar sistemas de irrigação, facilitar a navegação e incrementar o turismo;
  • A água é um recurso renovável.

Desvantagens:

  • A sua instalação pode ocupar terrenos dedicados à agricultura, floresta e até pequenas localidades habitacionais;
  • A paisagem sofre profundas modificações e isso prejudica habitats;
  • A decomposição das florestas inundadas origina a produção de metano;
  • Altera o clima, comprometendo a fauna e a flora.

Energia da biomassa

Energias renováveis: tudo que precisa saber

A biomassa é matéria orgânica vegetal ou animal, como resíduos da floresta, agricultura, pecuária, das indústrias da madeira e do papel e inclusive os resíduos sólidos urbanos biodegradáveis. As centrais térmicas podem queimar biomassa e, com o calor da queima, produzir eletricidade.

A queima da biomassa pode ser vista como um aproveitamento de subprodutos para fins energéticos.

Vantagens:

  • A matéria prima tem um baixo custo;
  • As cinzas são menos agressivas ao ambiente do que as provenientes de combustíveis fósseis, como o petróleo;
  • O risco ambiental é reduzido;
  • É um recurso renovável;
  • As emissões não contribuem para o efeito estufa.

Desvantagens:

  • Lança partículas para a atmosfera;
  • Há dificuldades de stock e armazenamento.

Energia eólica

A energia eólica é a energia proveniente da força do vento e que através de turbinas ou aerogeradores é transformada em eletricidade. As pás dos aerogeradores rodam com a força do vento e fazem rodar o eixo do gerador, produzindo eletricidade. Há centrais eólicas em terra (onshore) e no mar (offshore).

Em Portugal, encontram-se centrais eólicas em zonas de montanha e junto à costa, onde o vento é mais forte.

Vantagens:

  • O vento é uma fonte inesgotável;
  • É uma energia limpa, sem emissão de gases poluentes ou geração de resíduos;
  • Os parque eólicos não impedem a utilização do terreno para fins agrícolas e criação de gado;
  • Gera investimento em zonas desfavorecidas e menos habitadas;
  • É uma das fontes mais baratas de energia.

Desvantagens:

  • Nem sempre o vento tem a força necessária para a produção de eletricidade;
  • Tem um custo elevado.

Energia geotérmica

A energia geotérmica é produzida com base no calor do interior da Terra. Locais com atividade vulcânica oferecem forte potencial geotérmico. Nos Açores, existem unidades de produção de eletricidade com recurso à geotermia.

A energia geotérmica pode também ser utilizada como fonte de calor, para aquecimento e arrefecimento de edifícios.

Vantagem:

  • É um aproveitamento de um recurso natural.

Desvantagens:

  • Emite gases prejudiciais à saúde;
  • Tem um odor desagradável;
  • Liberta ácido sulfídrico. Em concentrações baixas, pode causar náuseas. Já em concentrações mais altas pode acarretar sérios problemas de saúde e até a morte por asfixia;
  • A perfuração de um poço origina elevados índices de ruído;
  • A água do interior da Terra trás minerais prejudiciais à saúde, o que obriga ao tratamento dos despejos;
  • Retirar grandes quantidades de água do interior da Terra pode originar desabamentos.

Energia das ondas

Energias renováveis: tudo que precisa saber

A energia das ondas está ainda por explorar. Já existem algumas experiências, mas ainda de pequena dimensão.

A ilha do Pico, nos Açores, tem uma central a produzir eletricidade a partir das ondas. Contudo, ainda estão em fase de desenvolvimento equipamentos que permitam maiores rendimentos e resistência ao ambiente dos oceanos.

Vantagens:

  • É renovável;
  • Não polui.

Desvantagens:

  • Só permite instalações de potência reduzida;
  • Exige uma geometria da costa especial e ondas de grande amplitude;
  • Dificulta ou até impede a navegação;
  • Há deterioração dos materiais devido à água salgada.

 

Veja também: