4 dicas para escolher um curso de condução desportiva

Cursos de condução desportiva há muitos, mas alguns podem ser melhores do que outros. Siga as nossas dicas, e saiba onde vai aprender mais

4 dicas para escolher um curso de condução desportiva
Obtenha formação de qualidade.

Todos os condutores que vemos na estrada no nosso dia-a-dia têm sempre algo a aprender sobre condução, seja por já se terem esquecido do código da estrada, ou por não saberem dominar o carro como deve ser. Cursos de condução desportiva são uma excelente forma de se tornar num ás na estrada, e de conduzir alguns dos melhores carros que há. Neste artigo, ajudamo-lo a escolher o melhor.

Note que a condução desportiva está longe do que se vê na rua, pois movimentos bruscos atrás do volante, por norma, só trazem problemas. Muitas vezes, antes de se procurar um curso destes é aconselhável fazer os seus trabalhos de casa e pesquisar bem o tema. Tirar um de condução defensiva pode também ser boa ideia.
 

4 dicas para escolher o melhor curso

 

1.  Procure cursos de marcas de renome

Não é pouco habitual marcas como a Porsche, a Ferrari e a Maserati fazerem cursos de condução desportiva, sejam estes exclusivos a clientes ou a quem esteja disposto a pagar por eles. Apesar dos preços não serem os mais acessíveis, poderá aprender com os melhores, e conduzir carros que fazem qualquer um babar-se.

O mais provável é encontrar cursos fora de Portugal, o que pode implicar despesas extra. A juntar à formação terá também uma experiência no estrangeiro que não irá esquecer, mas que não sairá barata.

 

2. Faça perguntas

Antes de escolher um curso, faça telefonemas às escolas nas quais está interessado e procure saber o máximo possível acerca do mesmo, desde quem são os instrutores ao tipo de carros que serão utilizados, e como tudo vai funcionar. Saber quantos alunos existirão por profissional, por exemplo, pode dar-lhe uma boa noção do tipo de apoio que pode esperar, o que influenciará a sua aprendizagem.

 

3. Não vá apenas pelo preço

Cursos destes não saem baratos, sendo que em alguns sítios podem vir a exceder os quatro dígitos no preço. No entanto, acreditamos que na formação o preço não deve ser fator preferencial, pois está a investir no seu desenvolvimento pessoal – a menos que seja um exagero, em cursos de qualidade o preço quase nem deve ser tema.

Por vezes, pode valer mais a pena poupar durante uns bons meses para um excelente curso, do que aceitar o primeiro que encontrar com base no preço.

 

4. Conheça a experiência de quem já frequentou

Através de comunidades online, ou com a ajuda de alguém que já tenha frequentado o curso em que está de olho, é possível também ver se este é adequado para si ou não, e se vai valer a pena o dinheiro que vai dar. Além disso, vai conseguir obter algumas dicas de condução desportiva que o vão ajudar a saber com o que contar, e a sair-se bem no curso.


Veja também: