AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Especialização Precoce: o que é?

A especialização precoce acontece durante a formação de um jovem atleta, quando este começa a “saltar etapas”.

Especialização Precoce: o que é?
Saiba mais sobre este fenómeno no desporto

Se um atleta vê antecipado o processo de especialização numa qualquer modalidade, sendo levado a fazer treinos mais duros, executar tarefas mais complexas para as quais não está preparado e fica sujeito a pressão excessiva, está-se, muitas vezes, perante uma situação de especialização precoce.

Numa altura em que todos tentam ser melhores, este acaba por ser um fenómeno comum no treino desportivo. E, muitas vezes, são os próprios atletas que aceleram o seu desenvolvimento para atingir certas conquistas. Mas isso pode ter consequências. Saiba quais são.
 

Especialização precoce: há consequências?

Com a especialização precoce, o atleta vai ser sujeito a um aumento da exigência e complexidade do treino que não está adequada à sua idade ou desenvolvimento dentro da modalidade. Isso colocará o atleta num outro patamar em relação aos colegas, mas segundo alguns estudos, pode trazer consequências negativas, como:
  • Lesões
  • Desgaste físico, emocional e psicológico
  • Incapacidade funcional e cognitiva
  • Abandono escolar
  • E abandono precoce da prática desportiva
Ou seja, quando há especialização precoce, na maioria dos casos, os atletas estão mais desenvolvidos e são muitos bons quando são mais jovens, porque estão mais avançados na modalidade, em termos físicos, técnicos e mesmo psicologicamente, mas acabam por não apresentar bons resultados quando são seniores.




Isso pode levar ao abandono da modalidade?

Sim, a especialização precoce é, muitas vezes, relacionada ao abandono precoce da prática desportiva. Nestes casos, ou o atleta abandona a modalidade mas continua a praticar desporto numa modalidade diferente, ou acaba por abandonar completamente o desporto e a atividade desportiva.

Se o atleta começa a faltar aos treinos, se mostra desmotivado ou com comportamentos inadequados é preciso estar atento.




A culpa é do treinador?

Também, mas não só.

O treinador assume um papel importante nesta questão. Ele deve respeitar as etapas de formação dos atletas e fazer treinos adaptados ao seu nível, respeitando os seus limites físicos, psicológicos e cognitivos. Além disso, deve ouvir os atletas e ir de encontro à sua personalidade, devendo ser ainda um mediador de conflitos, com os pais, por exemplo.

Mas nem sempre a especialização precoce é responsabilidade apenas do treinador. Os pais, muitas vezes na procura de resultados, incentivam os filhos a treinar em casa e ir além das suas capacidades. Ou o próprio atleta tenta exceder-se fugindo aos limites impostos pelo treinador.

Veja também: