As 5 estradas mais perigosas de Portugal

Nas estradas mais perigosas de Portugal há vários acidentes e feridos. Saiba a sua localização e evite-as. Já diz o ditado: homem prevenido vale por dois.

As 5 estradas mais perigosas de Portugal
Aponte no mapa os pontos negros e evite-os.

Depois de conhecer as estradas mais perigosas do mundo vamos fazer uma viagem arriscada pelas estradas mais perigosas de Portugal. No nosso país as estradas mais perigosas vão focar-se nos conhecidos pontos negros, que muitas vidas levaram ao longo dos tempos.

As razões podem ser muitas, velocidade excessiva, distração, más condições do pavimento e até imprudência quando as condições climatéricas não são as melhores. Estes pontos negros, por definição, não podem ter mais de 200 metros de extensão e no mesmo ano têm de ocorrer mais de 5 acidentes com vítimas. Sendo também necessário haver uma soma dos indicadores de gravidade superior a 20. O valor mais alto é de 154. A localização? Pode descobrir um pouco mais abaixo no texto.

Os dados foram fornecidos pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) e são relativos ao ano de 2014, já que ainda não estão disponíveis os de 2015.
 

As estradas mais perigosas de Portugal

Há auto-estradas (AE), itinerários principais (IP) e complementares (IC), e também estradas nacionais (EN) na lista dos pontos negros nacionais. Entre as estradas mais conhecidas estão o IC19 e a VCI por serem vias com grande circulação de trânsito nas mais populosas cidades portuguesas.

 

Estrada Nacional 6, Lisboa-Cascais

É também conhecida como Marginal. Nos pontos negros desta estrada registaram-se 31 acidentes, sendo que 2 pessoas perderam a vida. Contudo o número de feridos graves e leves foi bem mais significativo: 40. Esta é também a estrada onde os pontos negros têm indicadores de gravidades mais elevados. Esteja atento ao quilómetro 3 e 11 da EN6.

 

A3, Porto-Braga

Ao longo desta auto-estrada deve ter especial atenção a 2 pontos - dos 2,5km aos 2,7km e dos 21,1km aos 21,212km. Este segundo ponto é também o segundo com o mais alto indicador de gravidade. Nestes dois pontos, em 2014, houve 20 acidentes não havendo feridos graves, mas onde 1 pessoa perdeu a vida. Os feridos leves foram 32.

 

A20, Porto

Conhecida como VCI, também esta estrada figura na lista das estradas mais perigosas em Portugal. São 2 pontos negros sem mortos ou feridos graves, em 2014, mas com 21 feridos leves resultantes de 13 acidentes envolvendo 39 viaturas.

 

IC19, Lisboa-Sintra

Lisboa é a cidade mais populosa do país, logo há mais probabilidade de figurar mais vezes nesta lista de estradas mais perigosas de Portugal. Há 4 pontos negros ao longo desta estrada, mas em 2014 não houve nenhuma vítima mortal. Houve 23 acidentes envolvendo um total de 50 veículos.

 

IP7, Lisboa

Foram registados 45 acidentes nos 3 pontos negros que se concentram do quilómetro 10 ao quilómetro 11. Esta é das estradas mais circuladas do país, e é também conhecida como Eixo Norte-Sul. Felizmente ninguém perdeu a vida neste ponto negro das estradas portuguesas.


Veja também: