Gato persa: cuidados a ter com a raça

Quem nunca se apaixonou por um gato persa? Se é fã da raça, saiba quais os cuidados a ter com este animal.

Gato persa: cuidados a ter com a raça
O gato persa é um dos felinos mais famosos do mundo

O gato persa é uma das raças de gatos mais famosa e adorada em todo o mundo. Apesar da  data exata do seu aparecimento ser incerta, sabe-se que a origem deste felino remonta ao Irão, a antiga Pérsia (daí o nome), tendo sido “importado” para a Europa no século XVII, primeiramente na França, Itália e Reino Unido.

Só no século XIX, após o cruzamento com diferentes raças, é que surge o gato persa que tão bem reconhecemos nos dias de hoje – de pêlo longo, macio e brilhante. Considerado um dos animais mais bonitos do mundo, o gato persa cedo conquistou espaço junto da aristocracia: era o animal favorito da Rainha Vitória de Inglaterra e, desde então, passou a assumir o papel de “vedeta” da sua espécie.

Características do gato persa

Com pelo comprido e sedoso, o gato persa assume diversas tonalidades (estão registadas mais de 100 variações de tom em todo o mundo) e tem um focinho achatado.

Com um corpo robusto e compacto, o gato persa tem ossos fortes, tem cerca de 50 cm de comprimento e pode chegar a pesar 7kg. Uma das principais características deste felino doméstico é ter olhos grandes e bem redondos. Com orelhas pequenas e arredondadas, o gato persa tem uma cauda curta e bastante proporcional ao resto do corpo.

O animal perfeito para uma casa pequena

Sendo um animal muito calmo e pacato, é a companhia ideal para quem vive num apartamento. O gato persa adapta-se perfeitamente a locais pequenos, mia poucas vezes e o seu passatempo favorito é dormir.

Apelidado por muitos de “tigre do sofá”, o gato persa é muito afetuoso com os donos, lida muito bem com crianças e gosta de ser mimado.

Cuidados a ter com o gato persa

Sendo um animal doméstico, o gato persa exige cuidados constantes. Por ser um animal pequeno e compacto tem tendência a engordar e, por isso, é essencial ter atenção à sua alimentação (é aconselhável que peça recomendações ao veterinário para saber qual é a ração indicada para cada etapa de vida do seu animal).

Com uma pelugem característica, o gato persa deve ser escovado diariamente com uma escova de dentes largos e macios, para que toda a sujidade acumulada seja removida.

A mudança de pelo acontece na primavera e no verão e, nestas alturas, a escovagem assume um papel ainda mais importante. O gato persa deve tomar banho uma vez por mês e devem ser sempre utilizados produtos indicados ao seu tipo de pelo.

Problemas de saúde comuns

Com propensão a desenvolver conjuntivites, deverá tomar atenção à higiene dos olhos deste animal – a limpeza desta zona do corpo também deve ser regular (1 a 2 vezes por dia) através do uso de toalhitas embebidas em soro fisiológico.

Fazendo parte de uma raça manipulada, o gato persa tem tendência a desenvolver vários problemas de saúde, como gastroenterites e doenças renais. Por ter o focinho achatado, os problemas respiratórios também são comuns nesta raça.

Como com qualquer outro animal, é necessário estar atento aos sinais de desconforto deste felino e procurar o veterinário assim que detete alguma anomalia.

Veja também: