Dicas para utilizar o gestor de tarefas do Windows

Tire melhor proveito do gestor de tarefas do Windows! Há várias coisas que pode fazer para melhorar o desempenho do computador.

Dicas para utilizar o gestor de tarefas do Windows
É fácil!

Conseguimos captar a sua atenção? Melhorar o desempenho do computador com um simples acesso ao gestor de tarefas do Windows? Sim, é possível. Quer saber como? Nós temos várias dicas que pode utilizar! Até parece que já não sabe que estamos sempre a pensar em si e em formas de o ajudar.
 

3 dicas para o gestor de tarefas do Windows

 

Como abrir o gestor de tarefas?

Abrir o gestor de tarefas do Windows é uma tarefa relativamente fácil e não é preciso ser nenhum entendido na matéria. Basta carregar nas teclas Ctrl+Shift+Esc do seu teclado, todas ao mesmo tempo (estão ali todas juntinhas do lado esquerdo do teclado). Bastante fácil, está a ver? Se não conseguir por esta via, também pode optar pelos meios antigos, o famoso Ctrl+Alt+Delete. No menu que se abre, escolha a opção “Gestor de tarefas”. Por fim, escolha a opção “Mais detalhes” para aceder a tudo o que precisa
 

Início do sistema

A primeira dica que temos para si e para o gestor de tarefas do Windows diz respeito ao início do sistema. Quando inicia o Windows há diversos programas que iniciam também mas que acabam por “adormecer”. Regra geral, acontece com os programas que utiliza de forma mais regular para que depois, quando precisar mesmo deles, demorem menos tempo a abrir. No menu superior, onde diz “Iniciar” ou “Inicializar” (do inglês Startup) pode ver o impacto que o início dos programas têm no início do sistema e definir quais é que devem iniciar ao mesmo tempo que o Windows. Quanto menos programas iniciarem, mais rápido será o início do sistema.
 

Programa bloqueado

Por vezes, os programas do Windows bloqueiam por completo e acabam por afetar o desempenho dos restantes. O que fazer para forçar o fecho de um programa que está bloqueado? É fácil, utilize o gestor de tarefas do Windows. No menu superior, onde diz processos, o utilizador pode descobrir os programas e processos que estão a correr naquele momento. Basta selecionar um e carregar no botão que se encontra no canto inferior direito da janela do Gestor de tarefas que deverá dizer algo como “Fechar tarefa”.
 

Performance

Já conhece a segunda opção do menu do gestor de tarefas do Windows? Permite-lhe perceber quanto do seu CPU e da memória é que estão a ser utilizados naquele momento. Se os processos que tem abertos “puxam” muito pelo computador, é natural que o CPU e a memória estejam a ser mais requisitados. 


Veja também: