AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Inscrição no centro de emprego: como fazer?

Saiba tudo o que precisa para fazer a sua inscrição no centro de emprego. Onde fazer, quais os prazos e ainda os documentos necessários.

Inscrição no centro de emprego: como fazer?
Seja porque está prestes a entrar no mercado de trabalho ou porque ficou desempregado vai necessitar de estar inscrito no IEFP.

Para quem procura trabalho a inscrição no centro de emprego é fundamental. Ainda que não seja garantia de emprego, a inscrição no Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) permite-lhe aceder a outros serviços, disponíveis tanto para quem ficou desempregado, como para quem agora se inicia no mercado de trabalho. Saiba como e onde fazer a sua inscrição.
 

Onde deve fazer a sua inscrição?

Ainda que no site do IEFP lhe digam que pode fazer a sua inscrição online, o melhor mesmo é dirigir-se ao centro de emprego da sua área de residência. Para realizar a sua inscrição necessita de:
 
  1. Apresentar o documento de identificação (Bilhete de Identidade ou Cartão de Cidadão, Cartão de Beneficiário da Segurança Social e Número de Identificação Fiscal – o cartão de contribuinte – no caso de cidadãos nacionais; Passaporte ou bilhete de identidade estrangeiro, caso se tratem de cidadãos oriundos de um dos Estados- Membro da União Europeia - UE; ou autorização de permanência em território nacional, para cidadãos provenientes de países externos à UE);
  2. Ter pelo menos 16 anos de idade;
  3. Escolaridade obrigatória completa;
  4. Estar disponível para aceitar um emprego, de acordo com o seu perfil profissional;
  5. Capacidade comprovada para exercer uma atividade profissional.

Importa ainda referir que caso o documento de identificação apresenta não disponha uma fotografia do candidato, é necessária a apresentação de um outro documento que contenha foto.

 
Quer saber mais?
Receba as nossas melhores dicas no seu e-mail. Registe-se no E-Konomista. Diariamente, levamos até si a informação de emprego mais relevante.

Para que serve a inscrição?

Bem, a resposta mais óbvia seria: para o ajudar a procurar e encontrar trabalho. Também, mas não só. Tal como referimos logo no início do texto, a inscrição no centro de emprego permite-lhe também aceder a diversos serviços fornecidos pelo IEFP, tais como:
 
  1. Cursos de formação (estes cursos do IEFP abrangem diversas áreas e graus de formação e permitem-lhe complementar as suas competências, isto sem falar que são gratuitos);
  2. Programas e medidas de apoio ao emprego (como é o caso dos programas de estágio profissionais, apoios à contratação ou apoios ao empreendedorismo, por exemplo);
  3. Informação sobre o mercado de trabalho ou dicas para procurar emprego;
  4. Informação sobre os mecanismos de proteção social em caso de desemprego (como o subsidio de desemprego ou outros);
  5. Acesso a ofertas de emprego (que podem ser consultadas no portal do IEFP);
  6. Divulgação do seu Curriculum Vitae (CV) junto de potenciais recrutadores.


 

Prazo para inscrição no centro de emprego

Caso esteja agora a ingressar no mercado de trabalho pela primeira vez não tem que cumprir qualquer prazo de inscrição. Ainda assim, quanto mais rápido melhor, visto que para certas medidas de apoio à contratação podem requerer a inscrição no centro de emprego por um determinado período de tempo. 

Já para quem ficou desempregado a inscrição deve ser uma prioridade. Isto porque para requerer o subsídio de desemprego necessita de estar inscrito no IEFP para poder solicitar o subsídio “no prazo de 90 dias a contar da data de desemprego” (salvo algumas exceções).

A inscrição é simples. O (grande) problema podem ser as filas de espera nos centros de emprego, mas (com ou sem fila) não deixe de se inscrever. Claro, mais uma vez reforçamos que a simples inscrição não implica emprego garantido, mas ainda assim não desperdice as potencialidades deste serviço. E além disso, ainda há muitas empresas que divulgam as suas ofertas exclusivamente neste serviço. 

Para saber qual o centro de emprego da sua área de residência consulte a página www.iefp.pt/redecentros.


Veja também: