Os melhores brunches do Porto

A deliciosa variedade de brunches que a cidade Invicta oferece não para de aumentar. Conheça aqui os melhores brunches do Porto.

Os melhores brunches do Porto
Entre exóticas, modernas e sofisticadas, cinco escolhas infalíveis.

Se participa ativamente da vida da Cidade Invicta, então a noite também está nos seus planos e, consequentemente, vai querer conhecer alguns dos melhores brunches do Porto. De facto, não há dúvida que os jantares tardios e a diversão até altas horas da madrugada têm vindo a empurrar as pessoas para as refeições ao final da manhã, transformando essa combinação entre pequeno-almoço e almoço num verdadeiro fenómeno de popularidade.

Em resposta a esta procura crescente, e contrariamente ao que acontecia há alguns anos atrás, neste momento já se consegue encontrar uma ampla e diversificada oferta de brunches no Porto. Aliás, são tantos os ambientes sedutores e os apetitosos petiscos que nos foi difícil escolher os melhores entre eles. De qualquer modo, segue a nossa seleção, organizada em função das suas preferências e disponibilidade financeira. Divirta-se. 
 

Alguns dos melhores e mais deliciosos brunches no Porto 

 

1. Stylish e descontraído: Casinha Boutique Café

Sinta-se como se estivesse em casa, porque aqui é você quem manda: o serviço é assegurado todos os dias à hora que quiser, disponibilizando “os melhores, mais frescos e deliciosos produtos alimentares”, feitos de modo artesanal segundo receitas secretas que só “A CASINHA®” conhece. Como se não bastasse a elevada qualidade nutricional, o espaço é também uma verdadeira tentação: fresco, limpo, tranquilo e com deliciosos pormenores revivalistas. Adoramos a sala de jantar e de leitura, mas o nosso destaque vai mesmo para a charmosa esplanada/jardim.

Afinal, o que se come? O brunch é bastante “eclético” e pretende agradar a todos, dos 8 aos 80. Assim, conte com: pãezinhos, croissant normal ou com cereais e scones com manteiga e compota; tosta tradicional vegetariana, de salmão ou de presunto e brie (esta opção acresce €1); sopa do dia ou iogurte grego com framboesa; uma fatia de cheesecake (de framboesa, lima ou oreo), tarte de maçã ou brownie; uma deliciosa bebida à escolha entre café americano, frappé, espresso shakerato, limonada com hortelã pimenta, groselha ou chá gelado.

Quando se pode ir experimentar?  Semana e sábado, das 09h00 às 16h00; domingo, das 11h00 às 16h00.
Quanto sai da carteira? €9,95.
O que gostámos mesmo muito? Dos produtos tradicionais que “A CASINHA® Boutique Café” disponibiliza para venda: pode levar para casa uma ampla variedade de biscoitos, compotas, chás, azeite, vinho, espumante e champanhe.

 

2. Exótico e intimista: Rota do Chá

Ao entrarmos na Rota do Chá percebemos de imediato porque integra esta lista dos melhores brunches do Porto. Sala, pátio, jardim e loja transportam-nos para ambientes exóticos e misteriosos, que só nos habituamos a ver em filmes de teor chinês ou indiano. Esta óbvia inspiração oriental não só nos seduz, como nos leva a aderir sem restrições ao conceito da casa: o ritual dos chás, cuja oferta ultrapassa por completo as nossas mais loucas expetativas. Trata-se, assim, do espaço perfeito para usufruir de um verdadeiro momento de paz e tranquilidade, enquanto desfruta de um saboroso brunch.

Afinal, o que se come? Oferecendo a escolha entre dois pratos do dia (normal e vegetariano), a Rota do Chá disponibiliza: scones e compota; ovos mexidos, espargos e pastéis tailandeses; quiche, crepe de legumes, bruscheta de queijo ou folhadinho de espinafres; tostas de presunto, atum, pesto, etc.; água, sumo de laranja natural, cerveja, vinho, café e, obviamente, uma ampla escolha de chás.

Quando se pode ir experimentar?  Fins de semana e feriados, das 13h00 às 17h00.
Quanto sai da carteira? €12.
O que gostámos mesmo muito? Das mais de 300 variedades de chás produzidos de forma tradicional. Se é um apreciador, não pode deixar de aproveitar esta oportunidade única. Se ainda não é, vai passar a ser: é impossível que não se apaixone por um dos sabores!

 

3. Vínico e majestoso: The Yeatman

Se é barato? Não, mesmo nada. Se vale a pena? Vale, mesmo tudo. Situado numa encosta junto ao Rio Douro, com as caves do vinho do Porto a seus pés e a Ribeira como cenário, o mais famoso hotel vínico do Porto fica, afinal, em Gaia. Mas isso não tem qualquer importância. Podendo, importa é aproveitar este gostinho do verdadeiro luxo e sofisticação, deliciando-se com um opulento e decadente brunch no Salão The Orangerie ou, se o tempo o permitir, nos terraços do hotel. Além dos efusivos agradecimentos do seu paladar, vai ainda poder extasiar-se com a paisagem de tirar o fôlego.

Afinal, o que se come? Terá acesso a um vasto buffet de quentes e frios, que varia semanalmente, e do qual destacamos: muffins, waffles e panquecas; uma oferta eclética de ovos e omeletas; queijos e enchidos; mariscos e inúmeras saladas e massas caseiras; refeições quentes que podem passar por: bacalhau lascado com migas de broa de milho e uma salada mediterrânica com couscous e queijo fetta, carpaccio de vitela com lascas de parmesão e rúcula selvagem, carbonara de frutos do mar, ovos benedict com molho holandês e tosta de pão com arroz de enchidos; frutas e pão de ló de Ovar; ampla variedade de bebidas quentes e frias.

Quando se pode ir experimentar?  Domingos, das 12h30 às 15h00.
Quanto sai da carteira? €43, incluindo bebidas (€22,50 para crianças entre os 4 e os 12 anos; grátis para crianças até aos 3 anos)
O que gostámos mesmo muito? Do ambiente absolutamente deslumbrante e da paisagem em que o The Yeatman está inserido. No final da refeição, agrupe a sua família e amigos e façam uma caminhada junto ao Rio Douro. Inesquecível.

 

4. Familiar e acolhedor: Café Progresso

Assim que descobrimos que o Café Progresso disponibilizava tal opção, soubemos de imediato que tinha de integrar a lista dos melhores brunches do Porto. Um dos cafés históricos da cidade, este espaço sofreu extensas renovações em 2003, tendo reaberto ao público com uma nova imagem, moderna e apelativa, mas mantendo o carisma original. Quanto ao brunch em si, é assumidamente tradicional e desprovido de artifícios, mas o paladar não engana: excelente qualidade a um preço imbatível.

Afinal, o que se come? O brunch aparece em 3 opções indicadas no menu como de pequeno-almoço (“para não alienar o público nacional”, explicam): no “Amanhecer” pode contar com meia de leite ou chá, croissant ou torrada, manteiga, compotas e sumo de laranja natural; o “Despertar” oferece leite, cereais, café, torrada, manteiga e compotas; já na variante “Bom dia” deteta-se a influência anglo-saxónica, uma vez que à meia de leite, torrada, manteiga, compotas e sumo de laranja natural, acrescem os ovos mexidos.

Quando se pode ir experimentar?  Domingo, das 10h00 às 14h00.
Quanto sai da carteira? Entre €1,90 e €5.
O que gostámos mesmo muito? A localização e o caráter histórico do Progresso, que lhe asseguram uma aura inimitável. A seguir ao brunch sugerimos um passeio pelas ruas adjacentes, para usufruir do inquestionável charme da Cidade Invicta.

 

5. Pitoresco e encantador: Casa de Chá de Serralves

Dificilmente encontrará um local mais apetitoso do que esta pequena casinha localizada nos exuberantes Jardins de Serralves, a poucos metros da Fundação com o mesmo nome. A sala interior, com pormenores de decoração incomparáveis, que incluem até peças de coleção, é absolutamente sedutora; no entanto, no que nos diz respeito, a pièce de résistance é mesmo a esplanada, com a sua lindíssima pérgola repleta de flores. Consegue imaginar um brunch mais encantador? Nós também não.

Afinal, o que se come? Panquecas com mel e compotas; salada de queijo de cabra com frutas; ovos mexidos com cebolinho, bacon e cogumelos salteados, que pode acompanhar com tomate grelhado e salmão curado; uma seleção de carnes frias; shot de sopa; sumo natural e café ou chá.

Quando se pode ir experimentar? Sábado e domingo, das 10h00 às 18h00.
Quanto sai da carteira? €18.
O que gostámos mesmo muito? A integração na fabulosa estrutura que é Serralves: a possibilidade de tomar um requintado brunch num espaço inigualável, depois fazer uma descontraída caminhada pelos fabulosos jardins e, para terminar, espreitar uma interessante exposição num espaço absolutamente icónico.



Conseguimos fazê-lo sentir um pouco de fome, mas ainda não são bem horas de almoçar? Não se preocupe: com a nossa lista dos melhores brunches no Porto pode satisfazer os seus desejos sem o mínimo de culpa e com toda a certeza de que vai ficar rendido aos acolhedores ambientes e deliciosos paladares. Bom apetite!


Veja também: