Menstruação: mitos e verdades

A menstruação é, ainda hoje, um tema tabu, rodeado de mistérios para os homens e mitificado pelas mulheres. Estas são algumas das dúvidas mais frequentes.

Menstruação: mitos e verdades
Saiba no que pode acreditar acerca da menstruação

A menstruação não é um tema desconhecido para os homens e, muito menos, para as mulheres, mas ainda assim há quem tenha muitas dúvidas sobre o tema.

Conheça aqui as 9 perguntas mais frequentes em consultórios de ginecologia.

Menstruação: verdades e mitos

1. Mulheres sincronizam a menstruação?

VERDADE. As mulheres que convivem muito costumam ter tendência para ter o mesmo ciclo menstrual.  Isto acontece porque a menstruação é uma alteração hormonal sujeita a alterações de fatores externos, como a alimentação, a rotina, a ansiedade e o stress. Mulheres que partilham do mesmo ambiente e convivem nas mesmas condições sofrem com as mesmas alterações do ambiente. Assim, as hormonas acabam por entrar num mesmo ciclo.

2. Andar sem sapatos aumenta as dores menstruais?

MITO. Esta é uma crença popular que nasceu da ideia de que o chão frio teria impacto sobre a dor das cólicas menstruais. Os médicos esclarecem que o incómodo é provocado pela contração do útero e que a temperatura exterior nada tem a ver com a intensidade da dor.

3. O período menstrual provoca “borbulhas”?

VERDADE. As alterações menstruais podem provocar o aparecimento de acne, uma vez que as glândulas sebáceas aumentam a secreção. Há ainda um segundo fator, relacionado ao período pré-menstrual: as borbulhas também podem aparecer devido a más escolhas alimentares.

4. As mulheres engordam durante o período menstrual?

MITO. O período pré menstrual pode causar um inchaço na região abdominal devido às alterações hormonais (as alterações do estrógeno e da progesterona, especialmente).

5. As mulheres sentem mais prazer durante o período menstrual?

VERDADE. Isso acontece porque a irrigação de sangue na região pélvica sofre um aumento e é mais fácil haver a correta lubrificação da região, tornando o corpo feminino mais sensível para atingir o orgasmo.

6. Interromper a menstruação é mau para a saúde?

MITO. Não existe qualquer risco para a saúde quando uma mulher decide suspender a menstruação, mas os médicos alertam de que o sangramento mensal é o sinal que o corpo da mulher envia para dizer que o seu organismo está a funcionar bem. Quando ele é suspenso e não há menstruação, pode ser mais difícil notar alterações que indiquem problemas nas glândulas da tiroide e suprarrenais, por exemplo.

7. Ter relações durante a menstruação aumenta o risco de contrair doenças sexualmente transmissíveis?

VERDADE. Isso, claro, se o casal não utilizar proteção durante o sexo. O sangue da menstruação funciona como um meio de cultura, ou seja, ele contém os nutrientes necessários ao crescimento de bactérias, vírus ou fungos.

8. A Tensão Pré-Menstrual (TPM) existe?

MITO. A TPM não é, de todo, algo psicológico. Existe, de facto, uma alteração hormonal durante o período que precede a descida da menstruação – e isso mexe com todo o organismo. Na verdade, os médicos consideram a Tensão Pré-Menstrual como uma doença que apresenta mais de 200 sintomas.

O problema ocorre em mais de metade das mulheres que menstruam, mas é influenciado pela sensibilidade de cada uma, podendo apresentar características mais fortes em algumas e mais brandas em outras. Mas atenção: os sintomas podem ter início até dez dias antes da menstruação, mas nunca podem ser associados a alterações que ocorram durante todo o mês.

9. Menstruação escura é sinal de doença?

MITO. A cor da menstruação está relacionada com a concentração do conteúdo do sangue menstrual e com a secreção vaginal do momento. É mais comum observar um sangramento de tonalidade vermelho-vivo durante a fase inicial e mais intensa da menstruação. Muitas mulheres referem ainda a presença de um muco gelatinoso, que nada mais é do que o sangue menstrual coagulado.

O sangramento que é descrito commumente como “borra de café”, acontece durante o início da menstruação e ao final deste período. Ele é resultado da redução no volume de sangue, que se mistura com outras secreções vaginais.

Veja também: