Plano de Saúde Medicare

Gratuito durante 6 meses!

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por e-konomista.pt

Saber mais

Sabe o que fazer em ataques de ansiedade?

9 dicas úteis para ajudar a superar ataques de ansiedade.

Sabe o que fazer em ataques de ansiedade?
Neste artigo explicamos como é possível conviver com a ansiedade

A ansiedade está presente no dia-a-dia de muitas pessoas e é importante perceber o que fazer perante um ataque de ansiedade.


O que fazer em ataques de ansiedade: 9 passos


1. Controle a respiração

Um dos primeiros sintomas dos ataques de ansiedade é a alteração da respiração e o mais provável é começar a hiperventilar.
Nestas alturas, tente respirar profundamente, para reduzir o stress e fornecer oxigénio ao cérebro.
Demore 4 segundos para inalar o ar, sustenha a respiração por 3 segundos e demore outros 4 segundos para libertar o ar.



2. Distraia-se

Se estiver no meio de um ataque de ansiedade, distraia sua mente através de diferentes diversões mentais que requeiram concentração.
Por exemplo, diga o nome de todas as cidades do mundo que comecem por “B”, conte os números ímpares de 100 a 0, ou cante uma música.



3. Relaxe os músculos

Este processo tem como objectivo reverter o estado de ansiedade, acalmando o estado de alerta de forma a relaxar o corpo.
A ideia é flectir e relaxar cada grupo muscular.
Inicie o processo com os músculos no rosto e vá descendo até ter relaxado todas as partes do corpo.



4. Afaste os pensamentos negativos

Cada vez que surgir um pensamento negativo na sua mente, livre-se dele e substitua por uma ideia que lhe traga felicidade ou tranquilidade.
Este é um exercício mental que requer algum esforço, mas com a prática será cada vez mais fácil de dominar este processo de prevenção de ataques de ansiedade.



5. Reconheça a causa da sua ansiedade

Analise a origem do seu medo: é um perigo verdadeiro e presente? Ou será que não passa de uma suposição que pode muito bem nem sequer acontecer?
É importante saber o que causa o seu estado de ansiedade para poder combatê-lo.



6. Estabeleça períodos de tempo dedicados às preocupações

Uma vez reconhecida a causa da sua ansiedade, não deve ignorá-la, mas estabelecer horários de períodos de tempo controlados para dar atenção às suas preocupações e de que forma as pode resolver, para que estas não surjam no seu pensamento em momentos menos oportunos.



7. Escreva sobre os seus sentimentos

Crie um diário para escrever sobre os seus sentimentos, emoções, o que sente, a causa do seu medo e a origem da sua ansiedade.
Ao escrever e ler o que escreveu, estará a focar-se nos seus pensamentos e reflexões, o que poderá ajudar a descobrir o que causa o seu estado de ansiedade.



8. Consiga ajuda de um amigo ou familiar

Não hesite em ligar a um amigo ou familiar caso necessite de ajuda, nem que seja para criar distração durante um período de tempo que permita superar a sensação de stresse.



9. Procure ajuda de um profissional

Se tiver ataques de ansiedade frequentes e/ou por longos períodos de tempo, procure ajuda de um psicólogo local, de forma a obter conselhos sobre o que deve fazer.

Veja também: