Publicidade:

Guia prático: como organizar alimentos no frigorífico corretamente

Saber como organizar alimentos no frigorífico pode ser um processo mais complexo do que imagina. Mas, afinal, quais aspetos ter em conta?

Guia prático: como organizar alimentos no frigorífico corretamente
Aprenda a arrumar o seu frigorífico de forma segura

Se costuma distribuir aleatoriamente os alimentos pelas divisórias do seu frigorífico, saiba que não o deve fazer e essa pode ser a razão para os ingredientes, mesmo no frio, não se conservarem da forma que deseja. Para facilitar esta tarefa, criámos especialmente para si um guia que o vai ensinar a como organizar alimentos no frigorífico corretamente. Curioso? Ora, confira se cumpre todas as normas.

Como organizar alimentos no frigorífico: portas, prateleiras e gavetas


organizar frigorífico

Temperatura

Regule o frigorífico para os 4ºC e o congelador para os 17ºC negativos. As temperaturas baixas evitam o aparecimento de bactérias e micróbios que contribuem para a deterioração dos alimentos – e reduz o risco de doenças. Para manter a temperatura baixa, o frigorífico não deve estar muito cheio, para que o ar circule. Assim, vai também poupar mais energia.

Portas laterais: o que guardar

  • Pickles
  • Ketchup
  • Mostarda
  • Condimentos
  • Sumos
  • Água

Portas laterais: o que não guardar

Sendo esta a zona mais quente do frigorífico, só deve colocar aqui os ingredientes que resistem melhor ao calor. Por essa razão, nunca aí deve armazenar ovos, leite, natas e outras comidas que se estraguem facilmente.

Prateleiras superiores: o que guardar

Sendo a zona com as temperaturas mais estáveis do frigorífico privilegie, por isso, comidas ou alimentos que não precisam de ser cozinhados, como sobras de comida, comida pronta-a-comer, charcutaria, frutos silvestres, bebidas e ervas aromáticas. No caso da fruta e das ervas, conserve-as num vaso ou jarro, na posição vertical, com um pouco de água e um saco de plástico solto por cima.

Prateleiras inferiores: o que guardar

Como zona mais fria do frigorífico, é aquela onde devem estar os alimentos que se estragam mais facilmente, tais como ovos, laticínios, mariscos, peixe ou carne crua. Neste último caso, para evitar que as bactérias da carne passem para outras comidas, mantenha a carne embalada, em cima de um prato ou de um recipiente, lavando-o regularmente.

Gavetas: o que guardar

Destine uma gaveta às frutas e outra aos legumes. Isto porque as frutas produzem etileno – uma substância que as ajuda a amadurecer – e que, se em contacto com os legumes, os fará apodrecer em pouco tempo. Antes de armazenar estes alimentos, deve também lavá-los e secá-los, para que não levem micróbios e bactérias para o seu frigorífico. Guarde os alimentos dentro de um saco plástico com uma folha de rolo de cozinha, para que vá absorvendo a água libertada pela fruta e pelos legumes.

Frigorífico: o que nunca guardar

Há alimentos – como as cebolas, batatas e abóboras – que devem manter-se em locais frescos, escuros e secos, como um armário, e que, por isso, nunca devem entrar no frigorífico. A grande surpresa é mesmo o tomate, que também não se deve guardar no frigorífico, pois ele  vai perder o seu aroma e tornar-se farinhento.

Frigorífico: o que guardar para prolongar a durabilidade

As fruta, no geral, podem ficar numa fruteira na cozinha ou colocados dentro do frigorífico, se desejarmos aumentar o seu tempo de conservação. Os frutos secos podem também ser armazenados no frigorífico para preservarmos mais eficazmente os seus óleos naturais.

Talvez ainda não cumpra todos os requisitos essenciais para um frigorífico bem arrumado e, acima de tudo, seguro. Isto é, organizado de forma a que os alimentos estejam devidamente acondicionados, sem risco de se estragarem e propagarem bactérias nocivas ao nosso organismo. Por isso, o convite é mesmo para que afixe na sua cozinha este guia que o ensina como organizar alimentos no frigorífico de um modo mais adequado.

Veja também:

Limpeza e Arrumação