Como elaborar o seu perfil LinkedIn desempregado

Perfil linkedin: desempregado mas com vontade de chamar à atenção dos recrutadores.

Como elaborar o seu perfil LinkedIn desempregado
Tire partido da sua página pessoal

Se procura informações sobre o que inserir no seu perfil LinkedIn e está desempregado, chegou ao sítio certo. Dizemos-lhe como organizar a sua página pessoal nesta rede social que liga virtualmente todas as empresas, qualquer que seja a sua localização geográfica.


Criar um Perfil LinkedIn desempregado

Se está desempregado, deve usar os recursos à ua disposição para se dar a conhecer ao mercado de trabalho e às organizações. Um dos fatores determinantes para encontrar de forma rápida uma oportunidade profissional é gerir eficazmente a sua rede de contactos. Aqui se incluem as pessoas amigas, conhecidas e desconhecidas que trabalham nos setores profissionais de interesse para si.

Felizmente, existe hoje uma ferramenta que permite organizar os contactos e aceder de forma mais direta aos responsáveis pelo recrutamento nas empresas – o Linkedin.



Perfil Linkedin desempregado – como fazer?

Comece por aprender a identificar-se perante o mercado de trabalho. Logo após o seu nome, coloque a área ou as áreas profissionais a que se quer candidatar. Muitos candidatos colocam, nesta secção, informações como “Desempregado” ou “À procura de novos desafios”. Não o faça. Opte, antes, por dar a entender qual ou quais as áreas em que quer inserir-se, pois assim tornará o seu perfil mais interessante para as empresas.



Perfil LinkedIn desempregado – Perfil pessoal

Logo à cabeça da página de Linkedin, surge uma caixa de texto destinada ao resumo pessoal. Recomendamos que nesta secção coloque informações relevantes sobre as suas competências técnicas e profissionais, mas também sobre aquilo que o define como pessoa e como trabalhador.
Se estiver envolvido em algum projeto ou se tiver atingido bons resultados em experiências anteriores, este é o local apropriado para lhes fazer referência.



Experiência profissional no perfil LinkedIn

Elenque as experiências profissionais pelas quais passou, referindo com exatidão o nome da empresa e as datas em que nela trabalhou. Refira ainda as funções desempenhadas e as principais tarefas a seu cargo.



Formação Académica no perfil LinkedIn

Mostre ainda quais as suas habilitações académicas, fazendo referência às instituições de ensino onde estudou; não caia no erro de salientar as disciplinas que estudou, pois essa informação não acrescenta nada de relevante ao seu perfil, salvo quando se tratar de uma disciplina específica de grande interesse para a candidatura que pretende fazer.



Recomendações e referenciações de competências

Uma das funcionalidades mais interessantes do LinkedIn é a possibilidade de inserir nas páginas pessoais dos usuários referências de antigos colegas e superiores. Não hesite em pedir-lhes uma ou duas palavras acerca do seu perfil profissional!
Peça ainda aos contactos integrados na sua rede que atestem a sua competência em domínios específicos. Afinal de contas, são as recomendações que nos levam mais longe no momento de nos apresentarmos às empresas!

Veja também:

Continuar a Ler