A pílula engorda?

Existe a ideia generalizada de que a pílula engorda. Mas será mesmo assim? Vamos tentar descobrir.

A pílula engorda?
Vamos desvendar o mito!

Começou a tomar uma nova pílula contracetiva oral e deu conta que o peso na balança não pára de aumentar desde então. Fala com algumas amigas e conhecidas que rapidamente a aconselham a mudar de marca de pílula pois ela é, certamente, a culpada pelo seu aumento de peso.

Esta ideia pré concebida terá mesmo fundamento? Será mesmo a pílula a responsável pelos quilinhos a mais? A resposta, de acordo com inúmeros testes científicos, é clara: não, a resposta à pergunta “a pílula engorda?” é um redondo não.

 

Origem do mito

A origem deste mito data da década de 60 onde, efetivamente, a toma da pílula acabava por ter como efeito secundário o aumento de peso. Mas não era um efeito direto, ou seja, não era a pílula que fazia engordar! Os seus altos níveis hormonais é que aumentavam bastante o apetite das mulheres, o que se repercutia no peso que a balança acaba por mostrar.

 

Experiências científicas fazem cair o mito

Investigadores de renome internacional decidiram estudar o tema a fundo e fazer uma série de testes para verificar se o mito de que a pílula engorda tinha algum fundamento.

Foram selecionadas 80 mulheres, com peso normal e sem problemas de saúde de maior e 50% delas começaram a tomar a pílula e outras 50% mantiveram-se sem tomar. O que se verificou foi que em ambos os grupos houve pequenas alterações de peso - para cima e para baixo - o que vem corroborar a ideia de que não é a pílula a vilã para o aumento de peso.

 

Mas no meu caso é mesmo verdade! Engordei com a pílula

Se mesmo assim ainda não está convencida e acha mesmo, por conhecimento de causa, que a pílula engorda, pois foi o que aconteceu consigo, temos mais uma explicação para lhe dar.

Algumas pessoas, numa fase de habituação ao medicamento, podem sofrer uma ligeira retenção de líquidos, que se traduz num aumento de peso, mas isto não significa que tenha engordado.

Espere pelo menos seis meses até desistir da toma dessa pílula, pois é necessário dar tempo ao corpo para se habituar à absorção de novas hormonas.

Se mesmo assim acha que continua a engordar, pense de forma mais profunda... não anda a dar umas facadinhas na dieta? A comer uns biscoitinhos e uns bolinhos mais regularmente do que o normal? Os hidratos de carbono estão a fazer parte do seu cardápio à noite?

Olhe para a sua dieta alimentar de forma crítica e analise o que poderá estar a causar esse aumento de peso. Pois a culpa não morre sozinha e não é, certamente, da pílula!

Veja também: