Poupar em tempo de crise

Poupar é uma actividade diária, que deve começar por gestos simples. Consulte os nossos truques e dicas de poupança para uma gestão eficaz do seu orçamento familiar em tempos de crise.

Poupar em tempo de crise
Dicas e truques de poupança

Todos nós recorremos, cada vez mais, a milhares de truques e dicas para poupar em tempos de crise. Esta aprendizagem é obrigatória para quem vê o seu orçamento limitado face às despesas que poderá ter ao longo do mês. 

As dicas para poupar são um tema cada vez mais recorrente e vão-se partilhando entre amigos, família ou até nos próprios órgãos de comunicação social. Atente nas nossas sugestões.

1. Organize a sua vida financeira

Registe tudo aquilo em que gasta o seu dinheiro, para poder gerir melhor o seu orçamento. Assim terá uma noção exacta das suas despesas e a consciência se está a gastar o seu dinheiro em coisas desnecessárias. No fim do mês já pode tirar conclusões e pôr em prática a poupança, canalizando o seu dinheiro para as coisas certas e evitar situações de incumprimento.


2. Corte nas despesas fixas

Principalmente nas consideradas não essenciais. Serviços como televisão por cabo, internet, assinaturas de revistas, quotas mensais de associações e clubes desportivos, mensalidade do ginásio, enfim, tudo aquilo que for secundário.

Costuma realmente usufruir de todos esses serviços? Acabe com as assinaturas daqueles que não utiliza e reduza nos que utiliza com menor frequência.


3. Reduza nos gastos com a alimentação 

Não é sinónimo de passar fome, pelo contrário, muitas vezes até poderá ser comer melhor. Se evitar fazer as refeições fora de cada vai conseguir poupar algum dinheiro todos os meses, pois ficará muito mais barato.

Refeições como o pequeno-almoço e o lanche poderá facilmente evitar fazer na rua. É apenas uma questão de organização, de manhã levante-se mais cedo para preparar o seu pequeno-almoço e prepare alguma coisa em casa para levar para o lanche, como uma peça de fruta e umas bolachas, por exemplo.

Na hora do almoço, se puder ir a casa, óptimo! Se não for possível, leve o que sobrou do jantar do dia anterior para almoçar no seu local de trabalho caso haja condições de o fazer. Caso contrário, alterne as suas refeições na rua com uma nutritiva sandes feita por si. Além de gastar muito menos dinheiro, poderá controlar melhor a sua alimentação.

Gastar dinheiro em produtos alimentares das máquinas automáticas que normalmente se encontram em locais de trabalho e estabelecimentos comerciais também não é boa ideia. Em geral, praticam os preços mais elevados e os alimentos não são de grande qualidade.


4. Poupe nas idas ao hipermercado

Ir ao hipermercado é um acto perfeitamente banal para todos nós e em qualquer gestão familiar, mas a verdade é que existem truques e dicas para poupar específicos que convém ter sempre presentes em cada compra que se faz. Pense um pouco sobre as quatro principais dicas que lhe deixamos de seguida:

  • Esteja atento às marcas brancas: já todas as cadeias de hipermercados têm as suas marcas brancas e se há alguns anos se questionava a qualidade das mesmas, hoje em dia é premente afirmar que já existem muitas marcas brancas de excelente qualidade e com preços muito abaixo da média.
  • Leve sempre uma lista: este truque já é antigo, mas é um dos que melhor funciona. Quando saímos de casa com uma lista sabemos exactamente aquilo que precisamos e não corremos um risco tão grande de irmos metendo no carrinho coisas desnecessárias.
  • Pague só com dinheiro: a era dos cartões multibanco veio facilitar muito a vida mas traz também outra questão inerente: a não percepção do gasto efectivo do dinheiro. Vamos pagando com o cartão e não tendo tanta noção das coisas. A verdade é que quando temos dinheiro connosco custa-nos mais gastá-lo e poupa-se.
  • Esteja atento às promoções: é uma das dicas para poupar mais importantes actualmente, uma vez que os supermercados têm tido uma política de promoções e saldos muito forte. Consegue-se poupar muito nesta dinâmica.

Veja mais alguns truques para gastar menos no hipermercado.


5. Poupe nos pequenos gestos do dia-a-dia

As oportunidades de poupança também estão dentro da sua casa. Gestos simples como:

  • desligar no final do dia todos os equipamentos que já não esteja a utilizar, 
  • reduzir as vezes que abre a porta do frigorífico, 
  • trocar as velhinhas lâmpadas por outras economizadoras de energia, 
  • evitar o ar refrigerado artificialmente com uso de toldos nas varandas ou baixar as persianas nos períodos de maior calor,
  • vestir um casaco em vez de intensificar a potência do aquecedor 

São alguns dos estratagemas por que pode optar.

Reduzir consumos, cortar serviços dispensáveis, criar prioridades e assumi-las até ao fim de linha, são os princípios orientadores de uma estratégia económica mais consolidada e equilibrada. Manter um estilo de vida financeiramente consistente pode ser um trabalho de equilibrista em que marcas brancas e bens ou serviços adiáveis são os pesos e contrapesos na vara fina da poupança.

Veja também como poupar nas contas da casa.

 

6. Esteja atento a todas as oportunidades de poupança

 

Veja também: