Publicidade:

Sabe quais são as praias portuguesas com mais iodo?

Ir à praia faz bem. Ir a uma praia com iodo, faz ainda melhor. Fomos por isso à procura das praias portuguesas com mais iodo, um pouco por todo o país.

Sabe quais são as praias portuguesas com mais iodo?
O nosso organismo precisa de iodo para funcionar corretamente

Desde crianças que ouvimos falar na importância de fazer praia num local com bastante iodo. Mas, sabe quais as praias portuguesas com mais iodo? E por que é que este mineral é tão importante para o nosso organismo?

O iodo é um micronutriente vital para o equilíbrio do nosso metabolismo, nomeadamente no que diz respeito ao funcionamento da tiróide. Mas, o nosso organismo não o sintetiza, assim, é sobretudo à alimentação que o temos de ir buscar.

Algumas das fontes deste micronutriente essencial são as algas, os peixes, os mariscos e a própria água do mar. Assim, a inalação da brisa marítima e da água do mar de praias com elevados índices de iodo, contribuem igualmente para o aporte deste mineral.

E se é verdade que é na costa norte de Portugal que há mais concentração de algas e sargaço, há outras praias do país com interessantes índices deste micronutriente. Venha daí conhecer as praias portuguesas com mais iodo.

Praias portuguesas com mais iodo: 8 sugestões para as próximas férias


1. Praia de Moledo, Caminha

Praia de Moledo, Caminha

Fonte: Commons/Turismo En Portugal

Ainda que a fama da praia de Moledo não se prenda, pelo menos nos tempos que correm, com o elevado nível de iodo, a verdade é que esta é uma ótima praia para quem quiser obter o máximo de benefícios para a saúde, até porque corre sempre um pouco de vento, potenciando a inalação da saudável brisa atlântica.

Situada no concelho de Caminha, distrito de Viana do Castelo, apresenta um enquadramento natural privilegiado, avistando-se, ao largo, a pequena ilha que acolhe o Forte da Ínsua. A paisagem é ainda marcada pelo monte galego de Santa Tecla e pela densa Mata do Camarido.

2. Praia da Apúlia, Esposende

Praia da ApúliaFonte: Commons/PedroPVZ

No norte do país, os méritos da praia da Apúlia, no que toca aos benefícios para a saúde são sobejamente conhecidos. Esta é, sem dúvida, uma das praias portuguesas com mais iodo. A elevada quantidade de algas e sargaço que regularmente dá a costa não faz bem apenas a quem frequenta a praia, mas também a quem consome os afamados produtos agrícolas da região.

As propriedades da água do mar infiltram-se nos terrenos próximos e o sargaço é usado como fertilizante. De uma maneira geral, todas as praias dos concelhos da Póvoa de Varzim e de Esposende são ricas em iodo, ainda que a praia da Apúlia se destaque. Aqui, não faltam ótimos restaurantes para comer peixe e mariscos frescos.

3. Praia de Lavadores, Vila Nova de Gaia

Praia de Lavadores, Vila Nova de GaiaFonte: Commons/Vitor Oliveira

É uma das praias mais próximas do centro de Gaia, mas nem por isso deixa de ter propriedades terapêuticas. As enormes rochas, com pocinhas, que compõem o cenário, fazem as delícias das famílias, que ali brincam com os mais novos.

Se não quiser ficar na praia, que ano após ano tem merecido hastear a Bandeira Azul, tem outra forma de usufruir destes belos ares: passeando pelo caminho de madeira que o leva, imagine só, até Espinho, outra praia rica em iodo: são vinte e três quilómetros de passadiço sobre a areia, sempre com a praia e o mar ao seu lado.

4. Praia da Aguda, Vila Nova de Gaia

Tradicionalmente uma praia de pescadores, na Aguda ainda há sinais desta atividade nobre. Oferece um areal extenso e mar a perder de vista, completando o cenário as icónicas dunas e a vegetação.

Os dias de ondulação mais forte são sempre aproveitados por muitos surfistas que ali acorrem com as suas pranchas, sendo ainda uma boa praia para fazer pesca submarina. Mesmo ali ao pé, a Estação Litoral da Aguda merece uma visita, pois disponibiliza um Museu das Pescas e um Aquário, ambos de elevado interesse cultural e pedagógico.

5. Praias da Ericeira, Mafra

Ericeira

Se quando ouvia falar na Ericeira, a primeira coisa em que pensava era no surf, saiba que também pode começar a pensar no iodo. Sim: as praias da Ericeira apresentam um ar bastante iodado. Mais um ponto a favor desta vila piscatória acolhedora, onde sabe bem passar uns dias de férias.

A praia de Ribeira d’Ilhas talvez seja a mais mediática, devido ao surf – sabia que a Reserva Mundial de Surf da Ericeira, é a primeira área demarcada deste género a nível europeu? Mas há muitas outras praias que vale a pena conhecer e frequentar, como a de São Lourenço, Coxos, Empa ou Baleia, entre outras.

6. Praia do Magoito, Sintra

Integrada no Parque Natural Sintra-Cascais, a praia do Magoito apresenta vários motivos de interesse do ponto de vista da paisagem e da fauna e flora ali existente, para além da concentração interessante de iodo. É, no entanto, uma praia com mar traiçoeiro, onde se deve ir a banhos com precaução.

Está situada entre a praia da Aguda (em Sintra, não confundir com a Aguda do norte!) e a praia do Gerebele e o acesso pedonal – adequado a pessoas com mobilidade reduzida e a carrinhos de bebé – faz-se sobre uma gigante duna consolidada, considerada um dos mais importantes tesouros naturais do concelho.

7. Praia das Avencas, Cascais

Praia das Avencas, ParedeFonte: Commons/Portuguese_eyes

Continuando a percorrer as praias portuguesas com mais iodo, paramos agora em Cascais, mais concretamente na praia das Avencas, freguesia da Parede. Desde 1998 que está considerada como Zona de Interesse Biofísico, devido à sua importância ecológica.

O seu nome vem da ‘avenca’, uma planta com propriedades medicinais que ali nascia em abundância. É pequena e abrigada, devido às imponentes arribas. A zona rochosa entre marés apresenta uma grande biodiversidade, onde não faltam as alfaces do mar e outras algas ricas em iodo. É uma praia vigiada e ostenta a Bandeira Azul.

8. Praia de Vale Figueiras, Aljezur

Praia de Vale Figueiras, AljezurFonte: Commons/ Fermion

Por último, neste périplo pelas praias mais ricas em iodo do país, vamos até Aljezur para conhecer a praia de Vale Figueiras. Trata-se de uma praia de difícil acesso. É preciso percorrer um troço misto de cinco quilómetros entre alcatrão e terra batida para lá chegar, e por isso ainda apresenta toda a sua beleza rude e selvagem.

Os montes baixos e de vegetação rasteira vão-se fundindo suavemente com o amplo areal, conferindo à praia uma paisagem singular. Na maré baixa, é possível aceder à praia piscatória do Penedo. Um local a descobrir sem demora na sempre surpreendente Costa Vicentina.

Outras praias portuguesas ricas em iodo

  • Praia do Cabedelo, no município de Figueira da Foz.
  • Praia da Consolação, praia do Baleal no concelho de Peniche.
  • Praia de Paçô Carreço, em Viana do Castelo.
  • Praia de Santo André, Praia da Salgueira, Praia Redonda, na Póvoa do Varzim.

Veja também: