Quanto custa abrir uma empresa?

Se está a pensar abrir um negócio próprio, um dos primeiros passos é saber quais os custos para abrir uma empresa. O conhecimento dos custos associados a este processo é fulcral para o sucesso da sua empresa.

Quanto custa abrir uma empresa?
Custos iniciais associados à abertura de uma empresa

Espaços Coworking para pequenas empresas e freelancers

Um dos principais critérios de avaliação de um negócio são os custos inerentes à abertura de uma empresa. Na realidade, uma qualquer ideia de negócio terá sempre de levar em linha de conta este aspeto, quando se pensa na sua exequibilidade.
Atualmente, com a iniciativa ‘Empresa na Hora’, que conta com cerca de 214 postos de atendimento a nível nacional, criar uma empresa ficou mais célere e menos burocrático, mas, obviamente, continuam a existir custos para abrir uma empresa.
 

Custo para registar uma empresa

Dirigindo-se a um posto ‘Empresa na Hora’ pode abrir uma empresa em nome individual ou em sociedade, em menos de uma hora. Podendo ser uma sociedade unipessoal por quotas, uma sociedade por quotas ou uma sociedade anónima.
 
Iniciado o processo de constituição da empresa, registando a mesma, os custos associados a este serviço, quando efetuado num dos balcões mencionados, é de 360€. Este valor é pago no momento da constituição da empresa, em numerário, cheque ou multibanco. Neste valor, além do registo comercial (incluindo publicações), já está incluído o pacto da sociedade.
 
Caso a sociedade opte por Certificado de Admissibilidade, previamente aprovado pelo Registo Nacional de Pessoas Colectivas, e se o capital social da sociedade for total ou parcialmente realizado mediante entradas em bens diferentes de dinheiro sujeitos a registo (entradas em espécie – bens imóveis), acresce os seguintes valores:
  • valor do certificado de admissibilidade previamente emitido;
  • 50€ por imóvel, quota ou participação social, 30€ por cada bem móvel, ou 20€ tratando-se de ciclomotor ou motociclo, triciclo ou quadriciclo com cilindrada não superior a 50 cm3, até ao limite de 30.000€;
  • IMT e de outros impostos, assegurando o seu pagamento prévio à constituição da empresa, que se mostrem devidos tendo em conta os negócios jurídicos a celebrar.
 

Outros custos associados 

  • IRC (25%);
  • Derrama (pode chegar aos 1,5%);
  • IVA à taxa de 23%, 13% ou 6% (conforme o tipo de bens ou serviços);
  • taxa paga sobre o valor dos salários dos colaboradores.
 

Outras possíveis despesas a ter em conta:

  • TOC – pode designar um logo no ato da constituição da sociedade ou nos 15 dias seguintes à data de constituição;
  • Seguros;
  • Eletricidade, água e gás;
  • Comunicações;
  • Empréstimos bancários (juros associados), entre outros.
 
No primeiro ano de atividade, a empresa está isenta de pagamentos por conta e pagamentos especiais por conta.
 
Veja também: