AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

4 Boas razões para partilhar conteúdo no LinkedIn

O que não falta são boas razões para prestar atenção ao seu perfil no LinkedIn. Mas há também boas razões para partilhar conteúdos no LinkedIn. Ora veja.

4 Boas razões para partilhar conteúdo no LinkedIn
É bem sabido que o LinkedIn é cada vez mais um “ponto de encontro virtual” para profissionais dos mais variados ramos e áreas.

Com mais de 364 milhões de utilizadores espalhados por mais de 200 países, o LinkedIn assume-se como mais do que – simplesmente – uma rede social profissional. Trata-se, isso sim, de uma das principais ferramentas de networking e recrutamento entre (e de) profissionais. E está aí para ficar.

Segundo os dados do LinkedIn, são cada vez mais os profissionais que se registam (mais concretamente dois por segundo). Daí que seja – também cada vez mais importante – tirar o máximo partido desta plataforma, para garantir que se estabelece as mais valiosas conexões – seja com potenciais clientes, parceiros ou influenciadores. E para começar a “dar as vistas” nesta imensidão de profissionais ativos, nada melhor que partilhar conteúdo no LinkedIn.
 

4 Razões (muito fortes) para partilhar conteúdo no LinkedIn

O LinkedIn é uma rede social. Profissional, mas uma rede social. E, nessa qualidade, mais do que estabelecer “contacto” com outros profissionais, pode (e deve) “espicaçar” o interesse deles e uma boa forma de o fazer é ao partilhar conteúdo.  E pode fazê-lo de três formas: pode partilhar uma atualização (como posts curtos e/ou com links para notícias ou artigos – preferencialmente – especializados em websites externos); uma foto, infográfico ou outro conteúdo gráfico (relacionado com a sua área de atividade/profissional); ou publicar um artigo da sua autoria no LinkedIn Pulse (uma ferramenta que tem vindo a ganhar destaque nos últimos tempos). Independentemente da sua escolha, uma coisa é certa, há boas razões para o partilhar conteúdo no LinkedIn.

 

1. É uma forma de se manter em contacto com as suas ligações

Ao partilhar conteúdos no seu perfil, todos os seus contactos poderão visualizá-los. Imagine que escreve um artigo “bombástico” sobre alguma particularidade ou tendência da sua área profissional, ao partilhar esse conteúdo partilha não só a sua perspetiva sobre o assunto, mas possibilita aos seus contactos que comentem e compartilhem as suas opiniões ou que divulguem também eles pelas suas próprias redes de contactos o seu artigo, por exemplo. Esta partilha e “re-partilha” pode ser fundamental para si, seja para novos artigos ou até para enriquecer a sua visão sobre o assunto.

 

2. Potencia a sua visibilidade

Se quer ganhar visibilidade no LinkedIn trate de começar a partilhar conteúdo. É que esta é efetivamente a melhor forma de se tornar visível aos olhos dos outros utilizadores. Claro que falamos de conteúdo relevante e que desperte o interesse dos restantes utilizadores.

 

3. Potencia (também) a sua credibilidade

Além da visibilidade do seu perfil, também a sua credibilidade enquanto profissional sai beneficiada com a partilha de conteúdos no LinkedIn (se for conteúdo de interesse e/ou relevante, claro – nunca é demais frisar). Esta é uma boa forma de deixar a sua marca pessoal e também de desenvolver a sua autoridade e credibilidade numa determinada área de conhecimento/profissional. E melhor ainda, de se tornar “popular” naquela que é a mais poderosa rede de networking online.

 

4. Pode alcançar a sua audiência

E por audiência podem entender-se os (potenciais) recrutadores. E esta é uma das mais importantes valências do LinkedIn. Lembre-se que são muitos os profissionais que todos os dias acedem ao LinkedIn e que através desta rede social estabelecem contactos com outros profissionais (da mesma área ou de outras distintas), partilham e descobrem novas ideias. Tudo o que precisa é de os encontrar e o LinkedIn – através da partilha de conteúdos – é uma boa forma de o fazer.
 

Está à espera de quê?

Se precisava de razões para se tornar mais ativo no LinkedIn agora já tem. Não perca tempo e comece já a explorar as possibilidades. Lembre-se que – se trabalhar bem o seu perfil – pode inclusivamente encontrar emprego (ou aquele emprego de sonho) através do LinkedIn. Mas atenção, cuidado com o que partilha. Aqui ninguém quer saber da festa em que esteve ou das suas férias. Se vai partilhar conteúdo no LinkedIn é bom que o faça corretamente. E pode começar por respeitar as regras básicas de etiqueta.


Veja também: