Pratos típicos e respetivas receitas do Porto

Quem conhece a Invicta sabe que esta cidade não tem só locais bonitos, mas também incríveis pratos típicos. Conheça as melhores receitas do Porto.

Pratos típicos e respetivas receitas do Porto
A Invicta está cheia de delícias

Bacalhau à Gomes de Sá, Tripas à Moda do Porto e, claro, Francesinha: 3 receitas do Porto cheias de sabor, consistência, textura, aroma e que podem ser verdadeiras bombas calóricas. Mas são tradicionais e a tradição é para respeitar e, claro, deliciar-se com as melhores receitas do Porto, que acabam por refletir a complexidade, riqueza e profundidade das gentes portuenses, tão genuínas quando cheias de substância.

Receitas do Porto: à mesa com a Invicta


Com o Douro como fundo, pelas ruas de paralelepípedos, enquanto ouvimos pregões num sotaque tão característico: a Invicta é mesmo um encanto de cidade e as receitas do Porto deixam qualquer um de água na boca.

Bacalhau à Gomes de Sá

bacalhau gomes de sá

Gomes de Sá era um comerciante do Porto do séc. XIX e que adorava receber os amigos em casa deliciando-os com bolinho de bacalhau. Um dia decidir inovar e surpreender os convidados com um novo preparado, tendo surgido o prato homónimo. Esta receita do Porto foi retirada de um manuscrito da sua autoria, como oferta a um amigo.

Ingredientes
600gr de bacalhau em postas
600gr de batatas cortadas em rodelas médias e cozidas al dente
2 cebolas médias
6 dentes de alho
1 molho de salsa picadinha
2 ovos cozidos
2 chávenas de chá de leite quente
Azeite a gosto

Modo de preparação

  1. Deixar o bacalhau de molho na noite anterior e ferver ligeiramente.
  2. Retirar a pele e as espinhas.
  3. Levar ao lume uma panela com azeite, alho e cebolas cortadas em fatias finas até ficarem douradas.
  4. Untar uma travessa com azeite, coloca as postas do bacalhau cobrindo todo o fundo, despejar as cebolas e o alho refugados por cima e cobrir tudo com as batatas cozidas.
  5. Regar com o leite e levar ao forno até dourar.
  6. Decorar, com os ovos cozidos cortados em cubos, azeitonas pretas e salsa.

Tripas à Moda do Porto

tripas a moda do porto

O prato que homenageia as gentes do Porto tem várias versões, mas a mais popular e que tem mais defensores e suporte histórico relaciona-se com a aventura das Descobertas em que um filho da terra, o Infante Dom Henrique, precisando de carne para abastecer as caravelas para a conquista de Ceuta terá pedido ao povo ajuda no fornecimento das embarcações para tão grande aventura. Como sempre, os portuenses acorreram ao chamamento e rapidamente encheu centenas de barris com carne salgada, guardando as tripas que cozinharam em estufado grosso com enchidos e carne gorda, acompanhado na altura com grossas fatias de pão escuro. Mais tarde foi adicionado o feijão branco, que simbolizada a conquista da descoberta de novos mundos e assim nasceram as Tripas à Moda do Porto.

Ingredientes
1kg de tripas e dobrada
500gr carne de vaca
Costelinhas de porco
Entremeada de porco
Chouriço de vinho, chouriço de colorau e morcela
Cenoura, cebola, alho, cominhos, colorau, piri-piri, tomate maduro ou polpa de tomate, loureiro, sal e vinho branco a gosto
500gr de feijão branco
500gr de arroz

Modo de preparação

  1. Limpar as tripas e cozer em água temperada com sal e 2 folhas de loureiro.
  2. Num tacho grande picar uma cebola grande e um dente alho, juntar azeite e refogar.
  3. Juntar a carne de vaca partida aos bocados e um pouco de vinho, deixar estufar lentamente, acrescentando água aos poucos.
  4. Juntar a entremeada e as costelinhas para que também cozam e colocar o tomate maduro ou polpa de tomate.
  5. Juntar a cenoura partida às rodelas, os chouriços e deixar estufar.
  6. Quando as carnes estiverem cozidas, juntar as tripas partidas e a morcela e temperar com sal, piripiri, 1 colher de sopa cominhos e outra de colorau. Deixar estufar um pouco para as tripas tomarem paladar.
  7. Juntar o feijão já cozido, deixar apurar em lume brando e retificar os temperos. Acompanhar com arroz branco.

Francesinha

francesinha

A francesinha é a mais conhecida das receitas do Porto e procurada por todos, mesmo aqueles que conhecem bem este prato típico. A receita nasce na cidade nos anos sessenta numa inovação do “croque-monsieur”, uma sanduiche francesa trazida para o Porto por um emigrante e que se caracterizava pela quantidade e diversidade dos artigos que a acompanham. Depois, foi acrescentado um molho picante, que lhe confere o carácter que todos bem conhecemos.

Ingredientes para o molho
1 cerveja
1 caldo knorr
2 folhas de louro
1 colher de sopa de margarina
1 cálice de vinho do porto
1 colher de sopa de Maizena
2 colheres de sopa de polpa de tomate
1/2 copo de leite
piripiri q.b
1 ovo (opcional)

Ingredientes para a sande
2 fatias de pão-de-forma grosso
Fiambre q.b
Queijo q.b
Salsichas frescas
Linguiça
Bife

Modo de preparação

  1. Dissolver o caldo knorr na cerveja, levar ao lume e juntar os outros ingredientes, com exceção da Maizena e do leite. Mexer durante 5 minutos.
  2. Dissolver, à parte, a Maizena com o leite frio e juntar ao preparado, mexendo atá engrossar.
  3. Retirar o louro e triturar bem o preparado com a varinha mágica.
  4. Levar ao lume mais um pouco e reservar.
  5. Na sande, colocar fiambre, o bife grelhado, 1 salsicha cortada a meio e linguiça cortada de igual forma, tudo em camadas.
  6. Tapar a sande com o pão e por cima, colocar o ovo estrelado (opcional) e depois cobrir a sande com fatias de queijo por todos os lados.
  7. Por fim, regar com o molho e levar ao forno 15 a 20 minutos.

Veja também: