Publicidade:

Sabe pronunciar o nome destas marcas... corretamente?

Costuma pronunciar o nome de uma determinada marca de uma maneira e depois descobre que é dito de uma forma completamente diferente? Não é o único.

Sabe pronunciar o nome destas marcas... corretamente?
Conheça alguns dos “enganos” fonéticos

Graças à globalização e à facilidade das comunicações no dia-a-dia, estamos expostos e temos à disposição diversas marcas de muitas origens diferentes. Nomes em línguas estrangeiras, conjuntos de letras que não fazem muito sentido em português… Sabe pronunciar o nome das marcas corretamente?

O nosso sistema fonético é tão variado, que não temos qualquer dificuldade em tentar chamar as coisas pelos nomes. Existe a tendência de “aportuguesar” alguns nomes, a adotar os nossos sons e até algumas grafias. E mesmo dentro do seu grupo de amigos, alguém deve pronunciar o nome de alguma marca de forma diferente da sua. Vamos mostrar-lhe alguns exemplos bem conhecidos.

Como pronunciar o nome de marcas

1. IKEA

ikea

Temos de começar pelo caso mais óbvio e talvez mais discutido. Já deve ter ouvido “ikeia”, “ikêa”, “aikea”. Em inglês, dá-se destaque à primeira sílaba, o “i”, que nessa língua é pronunciada como “ai”. Mas o sueco original pede a pronunciação “ikeá”, com o devido destaque na última letra do nome desta conhecida marca de mobiliário. Por isso, se já diz “ikeá”, está a dizê-lo muito bem.

2. Porsche

porsche

A marca alemã de automóveis também dá azo a alguns erros na pronunciação. Deve ser dito como “porschá”, e não “porscheh”.

3. Nutella

nutella

Tendo em conta a forma como pronunciamos o “u” em português, o destaque vai para a primeira sílaba: “nUtella”… Mas saiba que para falar deste delicioso creme de chocolate e avelãs deveríamos falar de “niu-tella”.

4. Volkswagen

volkswagen

O alemão parece dar origem aos mais comuns erros de pronunciação de palavras. Temos tendência a dar ênfase ao “volks”, com o “l” e o “k” bem carregados. Mas a segunda parte da palavra é onde estaria o detalhe mais carregado, e o “l” é mudo: “voksvargun” é a forma mais correta de pronunciar o nome da famosa marca de automóveis.

5. Primark

primark

Outro exemplo icónico é a forma como dizemos o nome desta loja. Em bom português, “prImark”, com o “i” carregado e o “a” bem aberto. Mas segundo o inglês original, deveríamos dizer “prAImark”.

6. SEGA

sega

Um dos exemplos mais curiosos e onde voltamos a aplicar as regras da fonia portuguesa. Apesar de dizermos “séga”, deveríamos dizer “siga”, como foi entendido pelos fundadores da marca japonesa.

7. Hyundai

hyundai

Sabia que não precisa de pronunciar o “y” na primeira sílaba? Em vez de “hiundai”, deveríamos dizer “handai”. O “u” tem de ser pronunciado como um “ha”.

8. Samsung

samsung

Para a marca coreana Samsung, o erro, ou melhor, o “portuguesismo” de pronunciação está na sílaba “sung”. A tendência é para dizer “ sam-sUng”, mas a forma mais correta é “sam-sOng”.

9. Trident

pastilha elástica

Em Portugal, pronunciamos esta marca de pastilhas elásticas americana como “tridente”, mas no inglês original é conhecida como “traident”. Sabia como pronunciar o nome desta marca?

10. Bayer

bayer

Outro exemplo alemão, nesta caso o gigante da indústria farmacêutica. Em Portugal, voltamos a dar destaque à primeira sílaba pronunciando o “a” de forma bem marcada. Mas de facto, o “a” deveria ser um pouco mais comedido, soando mais como “buy-er”.

11. Nike

nike

Curiosamente, ao contrário dos exemplos já dados nesta lista, no caso da Nike, pronunciamos de facto o “i” em “ai”, como em inglês. Contudo, o “erro” aqui está na última parte da palavra. A marca de equipamento desportivo Nike não termina no som que nós atribuímos à letra “e”, mas sim ao que atribuímos à letra “i”. Portanto, “Naiki”, é a forma mais correta de a pronunciar.

12. H&M

HM

Tanto em inglês como em português, assim como em qualquer outra língua, lemos o nome desta marca de vestuário com os devidos sons das letras que o formam: “agá e éme”. Em inglês é chamada de “eige and eme”, mas no sueco original deveria ler-se “oh eme”, do nome completo Hennees & Mauritz.

13. Levi’s

levis

A famosa marca de jeans Levi’s, foi fundada por Levi Strauss, americano de origem judaica. Nós pronunciamos este nome como “lévis”, mas de facto, sendo um nome próprio de origem hebraica, em inglês, a pronunciação é “livais”.

14. Apple

apple

Pronuncia “eipple”, “ahpple” ou “appel”? Aqui não há acordo, nem nos Estados Unidos, onde Steve Jobs fundou o seu império. Vai variando de acordo com o sotaque da região. Talvez possamos ter essa liberdade também aqui em Portugal.

Veja também:

Júlia Rocha Júlia Rocha

Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, sempre se deu bem com os livros, teclados de computador e canetas. A importância da palavra escrita num mundo tecnológico, aliada à história, ao cinema, literatura e televisão, são os seus maiores campos de interesse.