Seguro automóvel em nome de outra pessoa: é possível?

De acordo com a lei é possível fazer seguro automóvel em nome de outra pessoa, mas é algo que pode vir a dar problemas. Há que ter cuidado.

Seguro automóvel em nome de outra pessoa: é possível?
Saiba se é possível e o que implica

Poupe dinheiro com este novo Seguro Auto onlineSe acredita que pode beneficiar ao fazer o seguro automóvel em nome de outra pessoa, fique a saber que tal é possível de acordo com a lei, mas que fazê-lo pode vir a resultar em problemas com companhias de seguros.

Antes de fazer o seguro automóvel, lembre-se de que este serve para alguma coisa, e vale a pena analisá-lo com cuidado para ter a certeza que está protegido.
 

O tomador do seguro

De acordo com o Decreto-Lei nº 291/2007, o seguro contra terceiros pode ser feito em nome de outra pessoa que não o proprietário do veículo. Está escrito: “a obrigação de segurar impende sobre o proprietário do veículo, exceptuando-se os casos de usufruto, venda com reserva de propriedade e regime de locação financeira (…)”.  Significa isto que, nestas situações, o seguro pode ser feito em nome de outra pessoa.

Ao mesmo tempo, nada na lei diz que não pode ter o seguro automóvel em nome de outra pessoa. Como tal, até um completo desconhecido seu pode ser o tomador do seguro do seu automóvel – o que não aconselhamos.

Se escolher fazer o seguro do seu carro em nome de outra pessoa, certifique-se de que é uma pessoa responsável em quem confia.

Veja também: O que é um tomador de seguro?

 

O que pensam as companhias de seguros?

Por norma, as seguradoras querem saber quem é o condutor principal do veículo, além do proprietário. Apesar de poder ter o seguro automóvel em nome de outra pessoa, isto pode não ser a melhor decisão a tomar no que toca ao seguro. 

No caso de o tomador do seguro e o proprietário não serem a mesma pessoa, a companhia de seguros pode, em caso de acidente, recusar-se a colaborar e a pagar as devidas indemnizações. O caso pode ficar ainda pior no caso de existirem feridos ou mortos no caso de haver um acidente.

Para evitar ter problemas com as companhias de seguros, o melhor que pode fazer é pôr tudo em pratos limpos. Explicar muito bem o porquê de ser uma pessoa o tomador do seguro e outra pessoa o proprietário do veículo.

Se a companhia de seguros souber que tem o seguro automóvel em nome de outra pessoa e o aceitar, então em caso de será mais difícil esta recusar-se a ajudar. No entanto, certifique-se de que fica tudo escrito, e que guarda bem os documentos, tendo assim uma prova.

Não tente mentir à seguradora, pois se ficar comprovado que você mentiu, omitiu ou agiu de má fé, o seguro não terá validade. Vale mais a pena pagar e ser honesto, sabendo que em caso de acidente estará protegido.
Aproveite a promoção de Seguro Auto Online
Veja também: