Publicidade:

Filme da Semana: The Disaster Artist

The Disaster Artist é o filme que valeu o segundo globo de ouro a James Franco, ao vestir a pele de Tommy Wiseau, o homem por detrás de The Room.

Filme da Semana: The Disaster Artist
Já viu o filme de James Franco?

Tommy Wiseau tinha um sonho de ser actor e uma estrela de cinema. Wiseau não deixou que a sua falta de talento se tornasse um obstáculo e, juntamente com Greg Sestero, protagonizou e realizou o The Room. The Disaster Artist é o filme que conta a história do “making of” de um dos piores filmes de sempre.

Crítica de Cinema: The Disaster Artist

The Disaster Artist é um filme baseado no livro de Greg Sestero, com o mesmo nome, e realizado e protagonizado por James Franco, que contou também com a participação do irmão Dave Franco e de Seth Rogen, amigo de longa data.

Quem diria que um filme tão desastroso como o The Room viria a ter algum dia um filme que contasse a sua história. Filmes de má qualidade nem sequer deveriam ser reproduzidos mais que uma vez. Mas The Room é um mau filme diferente. Nenhum outro terrível filme tem como seu “showman” Tommy Wiseau.

The Disaster Artist, mais do que mostrar como veio à luz um filme tão peculiar como o The Room, consegue mostrar, às mãos de James Franco, o verdadeiro artista por detrás de tudo. James Franco foi Tommy Wiseau. Prestação de se lhe tirar o chapéu, porque não é fácil protagonizar uma personagem tão misteriosa.

Ainda hoje não sabe de onde vem Tommy Wiseau, que idade tem e como teve dinheiro para produzir o The Room. A caracterização física de James Franco é perfeita, que ficou para além das próteses faciais e do cabelo longo. Franco captou copiosamente os maneirismos de Wiseau.

O filme apresenta-nos uma história de amizade entre Wiseau e Sestero, este último protagonizado por Dave Franco, não muito convencional. Há até a sensação, numa fase inicial do filme, de que, da parte de Wiseau, a relação ia para lá do que uma simples amizade.

james

“Oh, hi Mark!”

Aos irmãos Franco difícil seria não terem qualquer sinergia. É a boa dinâmica entre os dois que consegue captar a relação entre Sestero e Wiseau.

Mas a atenção neste filme vai toda para James Franco, não no seu papel como actor, mas como realizador. Franco conseguiu pegar em tudo o que o espectador sente ao ver o The Room e introduzi-lo num filme. Os pormenores, os erros de edição, a falta de continuidade entre as cenas, enfim, o amadorismo de toda a produção.

The Disaster Artist é a homenagem a Tommy Wiseau e à sua obra. Merecida? Isso fica ao critério de cada um…

Estrelas: ****

Veja também:

Ricardo Ribeiro Ricardo Ribeiro

Marketer Digital formado na EDIT - Disruptive Education, com licenciatura em Gestão de Empresas. Cerca de 70% do seu corpo é formado por séries e filmes. Orgulhoso geek. Faz-se acompanhar sempre por uma câmara fotográfica.