A vida é mais cara para homens ou mulheres? Analisámos 7 situações

Homens e mulheres não são tratados com igualdade, quer na hora de ser pago(a), quer na hora de pagar. Descubra quem tem mais vantagens.

A vida é mais cara para homens ou mulheres? Analisámos 7 situações
Algumas coisas são mais caras para as mulheres e outras para homens

É um tema antigo e deverá continuar a existir durante muito tempo. Desde sempre, a sociedade estabelece diferenças entre homens e mulheres. E se em muitas situações essas diferenças já são mais ténues, noutras nem por isso.

As mulheres continuam a ganhar menos que os homens e a ser vistas como aquelas que devem cuidar da casa e dos filhos. E na hora de pagar? Continuarão a ser eles os beneficiados? Será que os papéis se invertem? Haverá justiça e todos pagam o mesmo? Ou será que cada caso é um caso? Descubra se a vida é mais cara para homens ou mulheres.

Quem paga mais por bens e serviços: homens ou mulheres?

desigualdade homens e mulheres

1. Seguro do carro

O mais certo é estar a pensar que as mulheres pagam mais de seguro automóvel do que os homens porque, supostamente, os homens conduzem melhor que as mulheres. Mas não é assim. As mulheres ainda conduzem menos que os homens, por isso, a probabilidade de terem acidentes é inferior. Para além disso, eles correm mais riscos que elas, o que os leva a ter mais situações em que necessitam de recorrer ao seguro.

2. Carros e arranjos

Se é mulher e precisa de comprar um carro ou fazer uma reparação, mostre que sabe. E se não souber… Finja! Precisamente por, geralmente, demonstrarem menos conhecimentos sobre o tema, este é o tipo de situações em que as mulheres são frequentemente enganadas. Acabam por lhes pedir mais dinheiro do que pediriam a um homem, partindo do princípio que elas não percebem do assunto.

3. Produtos de beleza

Os produtos de beleza são mais caros para as mulheres do que para os homens. Talvez o motivo seja o facto de se saber que as mulheres estão mais dispostas a pagar pelos seus produtos para se manterem bonitas e jovens. Há, inclusive, produtos muito semelhantes feitos nas mesmas empresas que apresentam uma diferença de valores que beneficia os homens.

custo de vida

4. Manicure e cabeleireiro

Aqui, cada um sai a ganhar numa situação, mas pelo mesmo motivo: uns dão mais trabalho e gasta-se mais produtos com eles do que com o género oposto.

Na manicure, os homens sãos os que saem mais prejudicados. Os profissionais da área alegam que estes têm mãos maiores e, por terem mãos menos cuidadas, dão mais trabalho.

No caso do cabeleireiro, é mais comum que as mulheres façam penteados mais variados, por isso o serviço torna-se mais trabalhoso.

5. Lavandaria

As mulheres voltam a pagar mais. Há lavandarias que chegam a fazer a distinção entre t-shirts (de homens) e blusas (de mulheres). Talvez a justificação seja o facto de as blusas terem tecidos mais delicados, mas não deixa de ser penoso para as mulheres.

6. A noite

Ladies’ night, é o que qualquer mulher gosta de ouvir quando sai à noite. Bares e discotecas adotam muito esta política. As mulheres pagam menos do que os homens para entrar ou não pagam de todo, enquanto eles pagam na mesma algum valor. Isto para não falar das bebidas, que é mais comum que sejam oferecidas a mulheres do que a homens.

7. Seguro de vida

Viver mais custa mais. E, em média, as mulheres vivem mais do que os homens. Por isso mesmo, algumas companhias de seguros “penalizam-nas” nos pagamentos, uma vez que por estarem mais tempo vivas têm maior probabilidade de sofrerem acidentes, terem doenças ou qualquer outra situação que obrigue as companhias a pagarem tratamentos.

Contas finais

Resumindo, a maior parte dos produtos e serviços são mais caros para as mulheres. Por isso, se é mulher, esteja atenta a estas situações e outras em que consiga dar a volta à questão. Por exemplo, talvez valha a pena passar a usar alguns produtos de higiene e beleza para homem, desde que tenham características semelhantes às que procura.

Veja também: