Autoridade das Condições do Trabalho na RTP contra precariedade

Ontem de manhã, cerca de 20 inspetores da Autoridade para as Condições do Trabalho dirigiram-se à RTP numa ação inspetiva contra a precariedade.

Autoridade das Condições do Trabalho na RTP contra precariedade
Os inspetores estiveram na empresa de manhã até ao final da tarde

Cerca de 20 inspetores da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) estiveram na RTP ontem de manhã, no âmbito de uma ação inspetiva contra a precariedade, disse fonte da Comissão de Trabalhadores (CT) da empresa à Lusa.

Segundo a mesma fonte, a operação aconteceu no âmbito de “uma ação coletiva contra a precariedade do setor e as inspeções visam detetar casos de falsos recibos verdes – sendo que os inspetores “visitaram vários setores, nomeadamente a redação da RTP”.

A ACT faz saber que tenciona pedir, oficialmente, o acesso ao relatório da inspeção.

No início de dezembro, em comunicado, a CT adiantou que o Conselho de Administração da RTP tinha identificado entre 150 a 200 trabalhadores sem vínculo efetivo que “podem ser considerados precários” e outros 300 a 400 que são “efetivas prestações de serviços temporárias”.

Veja também: