Apple prestes a perder maioria dos fãs

Ao contrário do habitual, não é garantido que os clientes que possuem iPhone comprem a próxima versão do smartphone da Apple.

Apple prestes a perder maioria dos fãs
O interesse na aquisição na próxima versão do iPhone é escasso.

A Quartz fez um inquérito aos utilizadores iPhone sobre o novo modelo e os resultados não foram de todo animadores. A expetativa em torno do lançamento do próximo iPhone 7 têm sido enormes, no entanto, os fãs que durante tanto tempo têm sido fiéis à tecnológica de Cupertino, não parecem muito entusiasmados com os rumores.

A amostra utilizada na condução deste inquérito foi um grupo de  525 detentores de um iPhone nos EUA, destes, apenas 10% manifestaram interesse em comprar  iPhone 7. Uma percentagem que, como nos dá conta a Cnet, está muito longe dos 25% que por regra ficariam ansiosos por cada nova versão do aparelho.
 

Maioria dos inquiridos não quer trocar de modelo

Cerca de 90% dos inquiridos dizem, agora, não querer substituir o seu modelo pelo próximo. Isto na perspetiva do futuro dispositivo vir a ser mais do mesmo e não apresente funcionalidades inovadoras.

De uma forma mais rigorosa, vemos que os resultados desta pesquisa mostram que 45,9% dos inquiridos não querem adquirir o próximo modelo caso este não apresente nenhuma funcionalidade nova, sendo que 33,3% e 11,4% dos 525 entrevistados referem que não estão muito interessados ou apenas têm um interesse moderado no produto.

A mesma fonte adianta que esta poderá ser a reação mais provável do público em geral a este novo lançamento da Apple. Isto porque, tudo indica que as novidades não vão incluir nada de realmente inovador.

O artigo sobre esta matéria, disponível no site da Quartz, refere que “fontes anónimas garantem que a Apple ‘saltará’ a nomenclatura S em 2017, avançando para um eventual iPhone 8 totalmente renovado em termos de design e tecnologias associadas”.

A lealdade dos consumidores dos produtos da Apple tem sido ao longo dos anos uma das grandes armas da marca face à concorrência. Uma lealdade anteriormente garantida e incondicional mas que hoje parece estar enfraquecida.


Veja também: