Cruz Vermelha e Missão Continente promovem recolha de alimentos

A Cruz Vermelha e a Missão Continente vão recolher alimentos para entregar às famílias que mais precisam. Iniciativa decorre de 27 a 29 de outubro.

Cruz Vermelha e Missão Continente promovem recolha de alimentos
Iniciativa decorre nas lojas Continente e Meu Super de todo o país

Entre os dias 27 e 29 de outubro, mais de 400 lojas Continente e Meu Super de todo o país vão promover a recolha de alimentos que posteriormente vão ser entregues a famílias sinalizadas pela Cruz Vermelha Portuguesa.

A iniciativa, promovida pela Cruz Vermelha em parceria com a Missão Continente, pretende recolher bens essenciais como enlatados diversos, leite, cereais, papas para bebé, entre outros, que vão reverter a favor de famílias carenciadas de acordo com as necessidades mais urgentes.

A recolha de alimentos será apoiada por milhares de voluntários, que vão estar nas lojas Continente a aconselhar os portugueses sobre os produtos que devem doar e a receber os contributos de todos os que quiserem participar.

Em 2016, as recolhas de alimentos tiveram o contributo de cerca de 6 mil voluntários que recolheram alimentos equivalentes a 385 mil refeições.

Luís Barbosa, presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, afirma que “mais uma vez promovemos a recolha de alimentos, muito importantes para fazer chegar bens de primeira necessidade às famílias carenciadas, que estão identificadas pelas nossas delegações locais. Este tipo de ações só vale a pena porque sabemos que o contributo dos portugueses e a participação da Missão Continente garantem o êxito da iniciativa. Por isso, esperamos que esta ação seja mais um sucesso”.

José Fortunato, da Missão Continente, acrescenta que “a Missão Continente volta assumir o compromisso de ajudar a minimizar as dificuldades das famílias portuguesas e associa-se a esta causa. Esperamos conseguir envolver as comunidades nesta luta contra a fome e, no final do dia 29, ter números muito significativos, que reflitam um grande apoio a todos os que estejam a precisar”.

Bens essenciais solicitados pela Cruz Vermelha Portuguesa

  • Enlatados de atum, sardinha e salsichas;
  • Papas lácteas e comida para bebés;
  • Grão e feijão;
  • Leite e leite em pó;
  • Cereais e bolachas;
  • Arroz e massas;
  • Azeite, óleo e sal;
  • Café solúvel e chá;
  • Barras energéticas.

Veja também: