Fisco com acesso a 570 mil contas bancárias

Segundo os números divulgados pelo Fundo de Garantia de Depósitos, o teto de 50 mil euros faz com que estejam à mercê do controlo do fisco cerca de 3,5% das contas bancárias.

Fisco com acesso a 570 mil contas bancárias
A Autoridade Tributária só poderá controlar contas bancárias com mais de 50 mil euros.

Segundo o Jornal de Negócios, que se baseia no relatório do Fundo de Garantia de Depósitos de 2014 (visto que o relatório do ano passado ainda não está disponível), existem 2,3% de depósitos entre os 50 e os 100 mil euros e ainda 1,2% de depósitos superiores a 100 mil euros. Isso perfaz um total de cerca de 568 mil contas bancárias.

O teto de 50 mil euros foi anunciado pelo Governo em agosto em resposta à controvérsia criada em torno do acesso do fisco aos saldos das aplicações financeiras de residentes em instituições financeiras.
A Comissão Nacional de Proteção de Dados emitiu entretanto um parecer desfavorável tendo em conta a violação da reserva da vida privada que acredita acontecer. Aponta também a proteção do sigilo bancário, no caso do acesso às contas bancárias ser indiscriminado e em qualquer restrição.


Veja também: