AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Google apresenta o segredo para um CV infalível

Laszlo Bock desvendou a fórmula do sucesso para um CV aos olhos da Google.

Google apresenta o segredo para um CV infalível
Saiba o que procura a gigante tecnológica num CV

Aumente as chances de ser contratado com um Curso de Inglês - 20 Aulas GrátisNão é uma fórmula química ou matemática, mas quase! Laszlo Bock, vice-presidente dos recursos humanos (RH) da Google, revelou o que procura a gigante tecnológica ao analisar os Curricula Vitae (CV’s) dos seus candidatos.

Laszlo, que é responsável pela seleção e operações internas para funcionários da Google, é mais conhecido pela dificuldade que aplica nos processos de recrutamento da gigante internacional. Numa série de entrevistas ao jornal americano The New York Times, Laszlo Bock falou não só sobre os métodos de recrutamento da Google, mas também sobre aquilo que considera ser a fórmula para um CV infalível… pelo menos na ótica da Google.

Disse Bock que muitos candidatos (provavelmente a grande maioria deles) focam as suas atenções – e as dos recrutadores – nos aspetos errados, sendo o principal a incapacidade de muitos de comporem o seu CV. E quando questionado (muito!) diretamente sobre a forma como se pode fazer um bom CV, Bock não foi parco em palavras e explicou que a chave para o sucesso está na capacidade do candidato evidenciar os seus pontos fortes e competências.

Para o responsável dos RH da Google muitos candidatos tendem a ser demasiado vagos nas suas descrições. Mas se quiser tentar a sua sorte na Google e ser bem-sucedido nessa missão, deve evitar as generalizações e tentar ser específico e usar dados objetivos nas suas descrições. Disse ele que a “chave é enquadrar seus pontos fortes como: ’Eu conquistei X, relacionado com Y, ao fazer Z”.

Nas entrevistas ao The New York Times, Bock chama ainda a atenção para a importância da escolha certa do curso. Diz ele que muitos jovens escolhem um determinado percurso académico apenas com base nas hipóteses de emprego, quando o que deveriam fazer era escolher um curso que permita efetivamente marcar a diferença no mercado de trabalho.

Bock diz ainda que é fundamental que os candidatos sejam capazes de contar uma história estruturada. O homem por detrás do recrutamento de uma das mais cobiçadas empresas do mundo explica que é importante que os candidatos deixem de lado os discursos ensaiados e que demonstrem como adquiriram determinadas competências. Como?! É simples, basta usar a seguinte estrutura: “aqui está o atributo que eu vou demonstrar; esta é a história que o demonstra e aqui, como ela faz isso”, explica. 

Diz ainda que para trabalhar na Google é essencial que os candidatos tenham uma boa capacidade analítica para que sejam capazes de estrutura o seu pensamento e ações de forma lógica e estruturada.

Agora que já sabe o que a Google procura nos seus candidatos conheça as ofertas de emprego disponíveis. 

Conselhos sobre como subir na carreira, com a Newsletter do E-Konomista


Veja também: