ebook
Ebook Finanças (s)em Crise
Um guia para tempos complicados
Elsa Santos
Elsa Santos
14 Mai, 2021 - 11:30

9 modelos de Curriculum Vitae que deve conhecer

Elsa Santos

Muitos são os modelos de curriculum vitae possíveis e disponíveis online. Basta escolher o que melhor se adapta ao seu perfil e à oferta.

modelos de Curriculum Vitae impressos

Entre os muitos modelos de curriculum vitae, qual escolher?

A questão impõe-se perante tantos formatos diferentes e as exigências cada vez maiores do mercado de trabalho.

O CV estabelece o primeiro contacto com o recrutador e deve conseguir marcar a diferença e chamar a atenção. Tal feito consegue-se através da personalização, de uma apresentação cuidada e adequada à área e à oferta de trabalho.

Um bom currículo pode determinar se passa ou não à fase seguinte e é chamado para uma entrevista de emprego. Significa isto que pode ser a chave para abrir portas, ou não.

Há muitos modelos de curriculum vitae online, disponíveis para download e que pode personalizar, sem grande esforço. Se preferir, pode inspirar-se no género que considerar mais adequado e construir o seu, de raiz. Existem também ferramentas que o podem auxiliar.

Na verdade, o ideal não é escolher um dos modelos de curriculum vitae, mas os necessários aos seus objetivos. Portanto, poderá ter já preparados diferentes modelos para distintas áreas ou tipos de oferta de emprego e na hora de enviar a candidatura, escolher o mais adequado.

Importante será ainda relembrar que o currículo não precisa (nem deve) dizer tudo. Fundamental é adaptá-lo ao emprego a que se candidata, de acordo com a sua formação, experiência profissional, competências e objetivos, dando sempre destaque à informação que mais se adequa a cada caso.

O que não pode faltar no seu currículo

Independentemente da estrutura, há alguns pormenores a considerar, sempre. Assim, um CV deve:

  • Ser breve (até 3 páginas);
  • Ser claro e de fácil leitura;
  • Reunir informação realmente importante;
  • Ser escrito corretamente (sem erros ortográficos).

Para além disso, há que ter em conta alguns elementos obrigatórios em qualquer tipo de currículo.

Dados pessoais

O CV deve incluir sempre os seus dados pessoais:

  • Nome;
  • Morada;
  • Telefone;
  • E-mail;
  • Data de nascimento;
  • Nacionalidade;
  • Estado civil.

A foto é facultativa, a menos que seja exigida pela entidade a que se candidata.

Formação

Deve incluir diplomas e/ou certificados e as respetivas datas de conclusão, começando pelo mais relevante. Para além disso, inclua outros cursos adicionais, caso sejam importantes para a função a que se candidata.

Conhecimentos de línguas

Se domina algum idioma, então deve estar referenciado, bem como o nível. Por exemplo: “Inglês: bom domínio, falado e escrito”.

Experiência 

A experiência é, claro, fundamental no seu currículo. Assim, indique as funções desempenhadas anteriormente, bem como as empresas em que trabalhou e durante quanto tempo.

Para além disso, apresente uma breve descrição das tarefas realizadas, visto que essas podem ser um pouco diferentes de acordo com a empresa ou área profissional.

No caso de se candidatar ao primeiro emprego, ainda sem experiência profissional, mencione no CV algum trabalho temporário (de férias),estágio, ações de voluntariado, entre outras. É importante demonstrar o que aprendeu e que competências ou habilidades adquiriu com as referidas experiências.

Outras atividades

Aqui pode mencionar os seus passatempos e conhecimentos (por ex. informática) que podem ser úteis no seu novo emprego. Mencione também o seu envolvimento em actividades académicas e associativas.

Modelos de curriculum vitae: qual escolher?

Apresentamos-lhe 9 dos modelos de curriculum vitae mais utilizados. Conheça, assim, as características e vantagens de cada um.

1

Europass

O modelo de Curriculum Vitae Europass, também conhecido como CV Europeu, foi criado pela União Europeia de modo a permitir alguma uniformidade do processo dentro dos vários países membros, considerando a mobilidade de cidadãos/profissionais.

Este modelo está acessível online, gratuitamente. Para criar o seu, basta preencher o formulário e depois, se pretender, pode imprimir.

O Europass permite apresentar dados como: informações pessoais, emprego/cargo pretendido, experiência profissional, formação académica, aptidões e competências pessoais, conhecimentos linguísticos, informações adicionais e/ou anexos.

Apesar de ser um dos mais utilizados a nível nacional e internacional (essencialmente europeu), a verdade é que não é “bem visto” por determinadas entidades ou países. Portanto, é importante que perceba se deve ou não optar por este modelo.

Vantagens

  • É um dos mais utilizados a nível nacional e internacional (europeu);
  • Simples e relativamente fácil de fazer.

Inconvenientes

  • Não é apreciado por todas as entidades ou áreas de trabalho;
  • Não é adequado a áreas criativas.
2

Funcional (ou temático)

O currículo funcional apresenta a informação por temas. Desta forma, permite proporcionar um conhecimento rápido e direto da formação e experiência num determinado âmbito.

Destaca as funções desempenhadas, a nível profissional ou outras, e as metas alcançadas ou competências adquiridas através das mesmas.

Além de não seguir uma ordem cronológica, permite selecionar os pontos positivos.

O modelo de currículo funcional é mais adequado para quem pretende candidatar-se a uma nova área profissional, onde é dada relevância não à sua experiência laboral anterior, e sim às habilidades, capacidades e forma de trabalhar.

Esta é ainda a melhor escolha para quem está desempregado há muito tempo ou para quem termina o curso, sem experiência profissional, visto permitir dar ênfase a outras experiências, como estágios, voluntariado ou trabalhos de curta duração.

Vantagens

  • Centra-se nas capacidades e habilidades, mais do que em circunstancias laborais;
  • Permite mais flexibilidade e liberdade na organização da informação; 
  • Permite a referência a outras informações relacionadas, como interesses ou motivações;
  • Adaptável às tecnologias (pode dar lugar a um web cv).

Inconvenientes

  • Não destaca o nome das empresas em que já trabalhou, nem o tempo que esteve em cada lugar de trabalho;
  • Limita a descrição de cada cargo e suas responsabilidades.
3

Cronológico

Como o nome indica, este tipo de CV apresenta a informação organizada por ordem cronológica, partindo das metas mais antigas até às mais recentes. Desta forma, o recrutador consegue perceber, de forma simples e rápida, o perfil do candidato.

Entre os diferentes modelos de curriculum vitae, este é o mais adequado para quem tem um bom percurso profissional, não teve muitas mudanças frequentes de trabalho, ou grandes períodos de inatividade.

Também é interessante se lhe convém destacar alguma empresa reconhecida na qual tenha trabalhado.

A apresentação cronológica também pode assumir o sentido inverso. Assim, consideram-se dois tipos de CV Cronológico:

  1. CV cronológico direto: começa com a informação mais antiga e termina com a mais recente;
  2. CV cronológico inverso: ao contrário do anterior, organiza-se cronologicamente da experiência mais recente à mais antiga.

Vantagens

  • Trata-se de um formato mais tradicional e aceite pela maioria dos departamentos de recursos humanos;
  • É fácil de ler e entender, já que é estruturado de forma clara;
  • Destaca a estabilidade laboral e o aumento das responsabilidades ou cargos ocupados.

Inconvenientes

  • Destaca as mudanças de trabalho, assim como a falta de promoções ou mudanças de responsabilidade e os períodos de inatividade;
  • Pode destacar a idade do candidato.
4

Por objetivos

Este é um modelo flexível e ajustável a contextos muito distintos.

A informação é organizada de forma simples e direta. Com destaque para a formação e experiência do candidato, o CV por objetivos deve apresentar, nomeadamente, os objetivos profissionais, as competências, a experiência profissional, habilitações académicas, entre outras informações consideradas relevantes para a candidatura em causa.

Este é um dos modelos de curriculum vitae mais indicados para jovens à procura de estágios ou candidatos ao primeiro emprego.

Vantagens

O modelo é simples e claro. Assim, do ponto de vista do recrutador, a apresentação causa impacto, na medida em que realça as informações mais pertinentes.

Inconvenientes

Num CV os erros podem ser fatais, é mais que certo. Mas num curriculum por objetivos é bom que tudo esteja irrepreensível. Por ter uma estrutura simples, qualquer falha vai saltar à vista. Por isso evite-as.

Lembre-se que esta é a sua primeira introdução e deve captar a atenção dos seus recrutadores. Um CV mal estruturado não vai causar boa impressão. Por isso o melhor é evitar todos os erros.

5

Misto

Resulta da conjugação dos modelos de curriculum vitae cronológico e funcional. É muito completo e flexível, por isso, também o mais complexo de elaborar.

Deve partir-se do modelo funcional, organizando a informação por áreas temáticas ou profissionais, para chegar depois à organização do tempo. Assim, destacam-se as habilidades em simultâneo com a experiência e a formação.

Vantagens

  • Destaca de forma clara as suas capacidades e conquistas, juntamente com a experiência e formação;
  • Permite flexibilidade e criatividade que auxiliam a não passar despercebido se o objetivo é apresentar-se a um cargo em concreto.

Inconvenientes

  • Não é um bom formato para apresentar nos lugares que pedem formulários standard, como por exemplo, em páginas de trabalho por internet.
6

Por competências

Permite dar visibilidade às diferentes competências do candidato, quer as “hard skills” (competências técnicas), quer as “soft skills” (competências sociais e humanas), cada vez mais valorizadas pelas empresas.

Este tipo de curriculum exige algum tempo e trabalho. Seja criativo e procure justifique cada uma das suas competências de forma original.

Vantagens:

  • Objetivo, de fácil leitura;
  • Permite uma apresentação criativa.

Inconvenientes

  • É breve, portanto, não apresenta informação em detalhe;
  • Não se adequa a todas as necessidades.
7

Criativo

Cada vez mais apreciado, não apenas em área profissionais criativas, com o objetivo de marcar pela diferença.

Há mil e uma maneiras possíveis de elaborar um currículo criativo, tudo depende das suas capacidades. Este modelo é utilizado, essencialmente, em áreas ligadas às artes, comunicação e tecnologias. Não existem, propriamente, regras para a estrutura ou organização da informação.

É habitual o uso de imagens e ícones, formatos muitos diferentes do comum como uma embalagem, em vez da habitual folha de papel. Um currículo criativo pode assumir as mais distintas formas de apresentação.

Pode assemelhar-se a uma capa de revista, à embalagem de um produto, uma história em BD, uma peça de vestuário… Quanto mais importância tiver a criatividade para o lugar a que se candidata, maior o desafio.

Vantagens

  • Permite liberdade total no que toca à estrutura;
  • Adequado a áreas especificamente relacionadas com criatividade (artes, comunicação, entre outras);
  • Ajuda a mostrar, de imediato, competências e habilidades do candidato.

Inconvenientes

  • Apenas adequado a setores/funções profissionais muito específicos;
  • O formato pode não ser de fácil leitura.
8

Vídeo curriculum

Inovar é importante quando falamos de entrar no mercado de trabalho.

Para o efeito e sempre que se adequar, a apresentação de um curriculum vitae em vídeo, pode ser a escolha ideal para marcar a diferença.

É importante que se sinta à vontade frente a uma câmara. Apresente-se no seu melhor e grave uma apresentação cativante e profissional. Fale de si, das suas aptidões, habilidades, conquistas e objetivos.

Este tipo de currículo é algo semelhante a um video promocional pessoal, adequado para quem pretende candidatar-se a áreas de trabalho específicas como a Comunicação Social, a Publicidade ou o Marketing.

Vantagens

  • É original e permite mostrar competências específicas.

Inconvenientes

  • Não é adequado a qualquer área profissional ou empresa.
9

Web curriculum

Outra opção criativa e que tem vindo a ganhar adeptos é a criação de uma página pessoal, onde é apresentada toda a informação de um currículo, também intitulado de web curriculum vitae.

Este tipo de currículo tira o máximo partido do online e o suporte multimédia permite incluir diferentes tipos de conteúdos: fotos, animação, vídeo, voz, documentos, para além de permitir ligar-se a outras páginas de interesse e/ou que complementem a informação.

Pode ser usado ainda como complemento, em alguns casos, a um outro modelo mais tradicional.

Considerando o facto de algumas empresas ainda não estarem tão familiarizadas com o online, ainda que possam apreciar este formato, o melhor é utilizar o web curriculum como um complemento ao currículo tradicional em papel.

Dessa maneira, incluindo o endereço web no texto do currículo, o potencial empregador pode aceder se tiver interesse em conhecê-lo melhor.

Vantagens

  • Tira partido das capacidades do meio digital e suas características;
  • O suporte multimédia que permite a apresentação de diferentes tipos de conteúdos;
  • Permite uma fácil e rápida atualização;
  • Permite o acesso em tempo real, em qualquer lado e a qualquer hora;
  • Adequado às exigências do mercado mais atual.

Inconvenientes

  • Muitas empresas ainda não estão familiarizadas com este tipo de CV;
  • Funciona, essencialmente, como complemento ao currículo em papel, para mostra de portefólio, por exemplo.
recrutadores a analisar curriculo
Veja também O que procuram os recrutadores atualmente num CV

Dicas para fazer um CV que lhe garanta entrevistas

  1. Não complique: lembre-se que o recrutador já recebeu centenas de CV e o seu tem de se destacar. Corte no acessório e foque no essencial;
  2. Mantenha o CV simples e direto: tem apenas cerca de seis segundos da atenção do recrutador. Por isso, se ultrapassar as duas páginas é muito possível que perca o interesse;
  3. O mais relevante primeiro: se tem mais anos de trabalho do que de formação, coloque a experiência profissional em primeiro lugar no seu CV. No entanto, não deixe de mencionar a sua formação e de destacar as competências técnicas adquiridas;
  4. Rigor na formatação: facilite a leitura do CV usando uma fonte legível, num tamanho adequado, destaque o mais importante a negrito e estruture a informação mais relevante por pontos;
  5. Destaque as conquistas: em vez de nomear o seu trabalho, refira o que fazia e o que alcançou ou aprendeu em cada função, refira competências adquiridas que possam ser relevantes para o emprego a que se está a candidatar;
  6. Simplifique a linguagem: tenha cuidado para usar termos muito complicados ou desnecessários. Não dê muitas voltas ao texto e vá direto ao ponto. Evite ao máximo o uso de chavões e descrições já muito usadas;
  7. Resumo da carreira: coloque-se na posição de quem o lê e escreve aquilo que despertaria a sua atenção. Se não ficou com vontade de continuar a ler, faça de novo!

Ferramentas para diferentes modelos de Curriculum Vitae

Se acha que sozinho não consegue fazer um CV, experimente uma destas ferramentas:

Agora que conhece vários modelos de curriculum vitae, analise as ofertas de emprego a que pretende candidatar-se e escolha o mais apropriado.

Veja também

Aviso Legal

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].