Largo de São Domingos já está à espera do martelo de São João

De 9 a 28 de junho, o Largo de São Domingos vai acolher a melhor proposta de instalação artística urbana. Tem ideias? Partilhe-as.

Largo de São Domingos já está à espera do martelo de São João
Concorra à nova edição

Junte os amigos à mesa. Acenda as brasas e coloque as sardinhas e os pimentos a assar. Coza as batatas e vá buscar a broa à padaria mais próxima. Já está? Agora, em plena “copofonia”, reinvente o tradicional martelo de São João. E, já agora, pergunte-se como é que ele poderia ficar no meio do Largo de São Domingos, no Porto.

O São João reinventa-se

Já abriram as candidaturas para eleger os mais criativos e originais martelinhos de São João. O 6º Concurso de Martelinhos de S. João decorre até 12 de maio, data em que serão apresentados os finalistas, e pretende selecionar os melhores trabalhos nas categorias de 2D, objeto e vídeo. As melhores propostas – individuais ou em grupo, até um máximo de três propostas – poderão receber até 4.500 euros em prémios.

sao joao

Mas atenção… antes dos mais criativos e originais martelinhos está o Largo de São Domingos, à espera da melhor proposta de instalação artística urbana. Pelo segundo ano consecutivo, a Porto Lazer lança o desafio que passa por reinventar o típico martelo de S. João, inserindo-o na cidade de modo a criar um novo espaço urbano no Porto, mais propriamente no Largo de São Domingos.

Além da atribuição de um prémio no valor de 1500 euros, a Porto Lazer apoia a produção, montagem e desmontagem da peça até um valor máximo de 2000 euros e cede um máximo de 3 mil martelos de várias cores, os quais deverão fazer parte integrante da instalação artística.

Recorde-se que em 2016 os grandes vencedores foram o arquiteto Miguel Costa e o artista Meireles de Pinho com a peça “GIRA”, uma estrutura esférica, com elementos de madeira e de metal, com mais de 2 mil martelos de S. João.

gira porto
Fonte: Urdesign

O prazo de candidatura para apresentação de propostas artísticas para o Largo de São Domingos termina a 27 de abril, sendo que a exposição dessa peça será realizada de 9 a 28 de junho.

Veja também: