TAP quer juntar seis estrelas Michelin nas refeições a bordo

A TAP quer juntar seis estrelas Michelin e levar todos os passageiros às nuvens. As primeiras refeições saem já em setembro.

TAP quer juntar seis estrelas Michelin nas refeições a bordo
Iguarias em grande altitude

Henrique Sá Pessoa, José Avillez, Miguel Laffan, Rui Paula, Rui Silvestre e Vítor Sobral. São estes os seis chefs portugueses convidados a elaborar os novos menus da Transportadora Aérea Portuguesa (TAP). As primeiras refeições começam a sair já em setembro e estarão disponíveis tanto para a classe executiva como para a económica.

Taste the Stars é o nome do programa

chefs

A TAP quer juntar seis estrelas Michelin a bordo de vários menus e, a partir de setembro, a compra de um bilhete nesta companhia aérea pode muito bem valer uma “prova de estrelas” a bordo de um avião. Não importa a classe ou a distância a que se encontra o destino, o importante é “provar as estrelas” que representam o melhor da gastronomia portuguesa.

A ideia chama-se Taste the Stars e começa a ganhar forma ainda este mês com o convite a ser estendido a Henrique Sá Pessoa, José Avillez, Miguel Laffan, Rui Paula e Rui Silvestre, estrelas Michelin que se juntam a Vítor Sobral, chef residente da TAP.

“O meu primeiro trabalho na TAP foi tirar do menu tudo o que era industrializado. Consegui. Hoje quando se aquecem as refeições na cabina não cheira a comida industrializada, e isso foi uma vitória”, partilhou Vítor Sobral ao Diário de Notícias. “Depois fui ganhando mais experiência e fazendo algumas inovações. A grande mais-valia deste projeto: passamos a ter mais cinco pessoas a ajudar a criar novos pratos. E quem vai beneficiar é o passageiro.”

Veja também: