7 dicas para uma lua de mel low cost

Se não quer que a viagem de recém-casados arrombe o seu orçamento, prepare-se para poupar com estas 7 dicas para uma lua de mel low cost e inesquecível.

7 dicas para uma lua de mel low cost
Eis como ter uma lua de mel low cost

Não há noivo que não goste da lua de mel. Uma viagem com a cara-metade sabe sempre bem, mas planeá-la sem gastar muito pode ser uma dor de cabeça. Há pequenos truques que podem ajudá-lo a ter uma lua de mel low cost, sem chegar a casa com preocupações monetárias. Siga algumas das nossas dicas para poupar na lua de mel.

As melhores dicas para uma lua de mel low cost


1. Pense em alternativas económicas

Se quer poupar na lua de mel, prepare-se para fazer alguma pesquisa até encontrar as melhores soluções. Às vezes, as soluções alternativas são surpreendentes e criam memórias inesquecíveis. Pode nem ser preciso sair de Portugal para ter uma lua de mel de sonho ou pode aproveitar para conhecer as cidades mais baratas da Europa.

E porque não considerar alugar um AirBnb? O AirBnb é um site de aluguer de espaços únicos, localizados em mais de 190 países. Garantimos, contudo, que há casinhas imperdíveis para alugar em Portugal, onde pode aproveitar a natureza de uma quinta ou uma bela piscina, com o clima bem agradável a que Portugal nos habituou e vai achar admirável estar em Portugal e sentir-se tão isolado com a natureza. Explore o site e escolha por si.

Uma sugestão: em Portugal, por 80€ por noite, pode ficar num dos AirBnb mais românticos, o Cerquido Village & Spa, em Ponte de Lima.

2. Procure locais acessíveis

Um dos grandes truques para ter uma lua de mel low cost é escolher locais mais em conta. Por exemplo, Marrocos, Egito, Tunísia ou as ilhas espanholas têm preços mais baixos para quem procura pacotes de lua de mel.

planear viagem

3. Reserve com antecedência

Além de procurar locais com preços acessíveis, a melhor forma de conseguir os melhores preços é mesmo fazer todas as reservas com muita antecedência. Aproveite as feiras de viagens e procure diariamente promoções nos mais variados sites de viagens e de hotéis.

Faça pesquisas exaustivas, pois há muitos sites de reservas de viagens e hotéis que oferecem pacotes mais económicos. Se escolher trabalhar com uma agência de viagens, considere incluí-la na sua lista de casamento de forma a canalizar verbas para esse efeito.

4. Opte por viajar na época baixa

Um truque que todos sabemos é que qualquer viagem fica mais baratinha se for feita na época baixa. Assim sendo, se procura uma lua de mel low cost, mas num destino com sol e bom tempo, opte por viajar na época baixa para um local onde o clima se mantenha agradável. A escolha de um destino tropical garante-lhe bom tempo durante praticamente todo o ano.

5. Planeie uma lua de mel perto de casa

Nem sempre a melhor lua de mel é aquela vivida numa ilha paradisíaca. Pense nos trilhos que Portugal oferece, na linda costa e nas praias fantásticas. Já imaginou o quão aventureiro e romântico deve ser fazer uma lua de mel visitando Portugal de norte a sul? Lembre-se, acima de tudo, que o que realmente importa é criar momentos inesquecíveis e não visitar locais distantes e paradisíacos.

lua de mel

6. Considere um cruzeiro

Pode conseguir bilhetes muito mais baratos em cima da data de partida porque é necessário encher ao máximo o cruzeiro. Há, no entanto, alguns riscos inerentes, pois existe sempre a possibilidade de a rota do cruzeiro disponível não ser do seu agrado.

Ainda assim, se optar por esta alternativa, não se esqueça de ter em conta as gorjetas e as excursões de saída. É importante que faça, previamente, uma estimativa de todos os gastos de forma a perceber, com tempo, onde poderá poupar.

7. Esteja atento aos custos com transporte, entretenimento e alimentação

Tem transporte gratuito do aeroporto ao hotel? Vai precisar de se deslocar de táxi? Se vai passar a lua de mel numa cidade europeia, use o transporte público tanto quanto possível. Na grande maioria dos casos, o metro ainda é a forma mais fácil e barata de chegar a quase todo o lado.

Estabeleça um plano de entretenimento antes de partir: qual é o preço médio de uma saída à noite num determinado local? Quantos museus poderá visitar de forma gratuita? É possível usufruir de algum desconto na expedição àquela aldeia histórica?

Em relação à alimentação, informe-se previamente dos locais com a melhor relação qualidade-preço. Fuja dos restaurantes para estrangeiros, pois são sempre mais caros. Verifique se não lhe compensa fazer a maioria das refeições no hotel. Se sim, opte por um regime de meia pensão ou pensão completa.

Veja também:

Continuar a Ler