Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Márcio Matos
Márcio Matos
28 Fev, 2020 - 15:14

Meia pensão ou pensão completa: conheça as principais diferenças

Márcio Matos

Se vai reservar hotel e não sabe se escolher meia pensão ou pensão completa, nós damos uma ajuda, explicando-lhe as diferenças entre ambas,

Turista em hotel a escolhar meia pensão ou pensão compelta

Sempre que pretendemos fazer uma reserva num hotel ou noutra unidade de alojamento, surge uma questão: meia pensão ou pensão completa? Conhecer as diferenças entre os vários regimes permite fazer uma escolha mais informada e, também, mais acertada.

Não há uma opção certa, nem uma opção errada, visto que tudo depende dos preços, destinos, assim como do perfil do turista. Viajar sozinho, em família ou com amigos faz toda a diferença. Além disso, o facto de ir ou não com crianças também é muito relevante. Assim, se está a planear viajar, antes de comprar o seu pacote de viagem, tome em consideração as seguintes dicas sobre meia pensão ou pensão completa.

Meia pensão ou pensão completa: qual escolher?

Pequeno almoço

Antes de falarmos sobre meia pensão ou pensão completa, importa falar num regime mais simples, o regime de pequeno almoço incluído. Esta é a opção mais frequente e permite economizar uma refeição ou mais do que uma, visto que se tomar um pequeno almoço bem reforçado no hotel, talvez o apetite à hora de almoço não seja assim tão grande.

Neste caso, deve informar-se bem acerca dos horários em que a refeição é servida, de forma a que não chegue atrasado, nem cedo de mais. Claro que também é importante perceber quão variada é a oferta de produtos servidos, de forma a avaliar se vale ou não a pena usufruir deste serviço.

staff de catering a servir um jantar

Meia pensão

Quando se fala em meia pensão, referimo-nos a duas refeições principais, o pequeno-almoço e o jantar. As bebidas (do jantar) são habitualmente pagas à parte. Por isso, esta é uma boa opção em destinos, onde os hóspedes sabem que vão sair de manhã e só regressar à noite e onde não há muitos restaurantes ou espaços para refeição.

Por outro lado, se ficar hospedado num sítio bem central, com muita oferta gastronómica, com boa relação qualidade/preço, então talvez não faça sentido aderir a este regime. Contudo, o ideal é sempre informar-se acerca da diferença de preços entre os vários regimes.

Afinal, se a diferença entre o regime de pequeno-almoço e meia pensão for pouca, é sinal de que não vai pagar assim tanto pelo jantar, o que pode acabar por compensar. Porém, se a diferença for grande, talvez valha a pena investigar se não há nas redondezas um lugar onde possa jantar bem e por menos dinheiro.

Vale a pena ir de férias com tudo incluído?
Veja também Vale a pena ir de férias com tudo incluído?

Pensão completa

A pensão completa (full board) inclui as principais refeições do dia: pequeno almoço, almoço e jantar. As bebidas, snacks e demais itens consumidos no mini-fridge ou no bar do hotel são pagos à parte. Em algumas unidades, está incluída a bebida que acompanha as refeições e um lanche a meio da tarde.

Esta é uma opção indicada para quem está alojado numa zona mais isolada e com pouca oferta de restauração na área envolvente. Além disso, esta também é uma escolha a considerar se viaja com crianças. Todavia, o preço deve ser sempre avaliado, assim como as críticas e comentários à comida servida no hotel.

Mulher a relaxar em hotel com spa

Tudo incluído

O regime tudo incluído (all inclusive) é ainda outro regime disponível. Ele inclui todas as refeições e bebidas, desde o check-in ao check-out. Quem optar por este regime terá acesso ao pequeno-almoço, almoço, lanche, jantar, snacks e sobremesas. Além das 5 refeições diárias, até as bebidas alcoólicas estão incluídas no pacote.

Em alguns casos, este regime pode ainda disponibilizar algumas atividades ou acessos exclusivos. É a opção mais cara e destina-se, principalmente, a quem quer usufruir ao máximo das condições oferecidas pelo hotel. Porém, convém estar atento, pois há serviços que podem não estar contemplados no pacote, tais como os itens do mini-fridge ou as entregas feitas no quarto.

Veja também