Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Luís Vicente
Luís Vicente
20 Jan, 2020 - 17:13

10 destinos para melhor conhecer Portugal em 2020

Luís Vicente

Fora das grandes cidades e das praias mais badaladas, há muito para melhor conhecer Portugal. Descubra neste artigo os melhores destinos para este ano.

Conhecer Portugal em 2020

Não é uma resolução de ano ano, mas o mote “faça férias cá dentro” ganha uma maior robustez com estas 10 sugestões de destinos para melhor conhecer Portugal continental e ilhas.

Desde o ocidente atlântico e insular até ao interior continental, fugimos das grandes cidades e destinos mais populares e chegamos a zonas de maior tranquilidade e com muito para oferecer.

10 destinos para melhor conhecer Portugal em 2020:

Porto Santo, Madeira

Ilha de Porto Santo

A ilha de Porto Santo, do arquipélago da Madeira, tem consolidado uma atracção turística sobretudo através do descanso e boas praias que tem para oferecer.

Além das belas paisagens insulares, muitos procuram este reduto de natureza e praia por causa das areias finas, já famosas pelos fins terapêuticos. Com investimento hoteleiro interessante, há na ilha, e sobretudo na única cidade, Vila Baleira, boas opções para fazer piscina, praia e relaxaram em centros de bem-estar.

Naturalmente, esta ilha de 11 km de comprimento e 6 de largura apresenta todas as suas valências muito próximas umas das outras. Alguns pontos de interesse, além de praia, são a Casa Museu de Cristóvão Colombo e os Moinhos do Vento.

Porto Moniz, Madeira

Porto Moniz na ilha da madeira

Fugindo ao clássico destino Funchal, e sabendo que quando se visita a Madeira tem de se passar por lá, destacamos neste artigo o município de Porto Moniz, ideal para melhor conhecer Portugal.

Situado no lado oposto da capital, Porto Moniz deve a sua popularidade e procura crescentes às Piscinas Naturais do Porto Moniz. Trata-se de formações vulcânicas naturais que formam pequenos poços de água salgada, onde é possível ir a banhos e tirar belas fotografias. De forma adjacente, o município aproveitou tal fenómeno geológico e construiu piscinas, abertas o ano todo, e cuja entrada vale apenas 1,5 euros.

Porto Moniz conta ainda com Foz da Ribeira da Janela, uma praia em pedra, a Praia do Porto de Abrigo do Seixal e Piscinas do Clube Naval do Seixal.

Flores, Açores

Ilha das Flores para conhecer Portugal

Quando se fala em conhecer Portugal, é um dos destino menos conhecidos dos Açores. Por isso mesmo deve ser partilhado, sobretudo para os amantes de actividades ao ar livre. Mais ou menos radicais, dá para agradar aos vários gostos.

Desde paisagens de tirar o fôlego a condições ideais para canyoning, passando por fajãs, cascatas, lagoas, há muita natureza para conhecer nesta ilha do grupo ocidental dos Açores. A riqueza é tal que todos estes elementos contribuíram para que as Flores constassem do Património da Biosfera da UNESCO.

Para chegar à Ilha das Flores, a viagem de avião terá de ser pela SATA e depois o melhor é alugar um carro para explorar todas as maravilhas da ilha.

Praia da Vieira

Barco de arte xávega

A água que percorre os 40 quilómetros de extensão do Rio Lis encontra-se com o oceano na ponta norte da Praia da Vieira. Ali perto, em ritmo sazonal, surgem curiosos banhistas a observar as redes de pesca a serem puxadas do mar, carregadas de peixe fresco.

A Praia da Vieira, perto da freguesia, a que pertence, Vila de Vieira de Leiria, é um dos poucos redutos onde ainda se pode assistir à Arte Xávega (uma forma única de conhecer Portugal através das suas tradições) e são vários os pormenores urbanos que lembram a velha tradição. Na primeira rotunda à chegada à zona urbanizada é feita a apresentação da praia com raízes piscatórias, através do barco de pesca antigo.

Ainda assim, o lugar foi-se modernizando e apresenta-se com um dos principais destinos de praia entre a Nazaré e a Figueira da Foz. Para isso conta com uma larga oferta de restaurantes e bares, assim como algumas unidades hoteleiras. Conta ainda com um o único parque aquático da zona, o Mariparque.

Porto Novo

Praia de Porto Novo para conhecer Portugal

A praia de Porto Novo é provavelmente ainda um segredo para muita gente que acha conhecer Portugal. Há quem lhe chame um pequeno paraíso, dada a tranquilidade e pacatez da zona. Esteticamente, trata-se de um areal muito interessante, com escarpas cobertas de vegetação e vários rochedos à vista.

Está situada na na foz do Rio Alcabrichel, que há mais de 200 anos serviu de ponto estratégico para o desembarque de tropas britânicas naquela que viria a ser a Batalha do Vimeiro. A propósito desse combate contra Napoleão Bonaparte, na altura da primeira invasão francesa, a 10 minutos, na localidade do Vimeiro, está o Centro de Interpretação dessa batalha, uma atracção muito elogiada pelos visitantes.

Apesar de ser uma praia de tamanho reduzido, tem bons serviços hoteleiros perto e também outras praias de maior dimensão tanto a norte como a sul.

Melides

Lagoa de Melides em Portugal

É incontornável mencionar bons destinos de praia a quem quer conhecer Portugal e sublinhar a Costa Alentejana. Contudo, não vamos aos já conhecidos destinos como Comporta ou, mais a sul, Vila Nova de Mil Fontes, cuja procura tem crescido muito nesta zona do país.

Abordarmos por isso a localidade de Melides, a 10 minutos do litoral alentejano. Esta freguesia pertencente a Grândola fica a pouco mais de 1h30 de Lisboa e tem a arte de bem receber como principal chamariz para umas férias de verão com muito descanso.

Para banhos de sol e água, há muito areal para descobrir, desde a praia da Aberta Nova até à Praia da Galé, passando pela de Melides e da Vigia. A algumas destas praias o acesso de carro é mais complicado, uma vez que se trata de uma zona ainda pouco turística onde a natureza está praticamente em estado puro.

Vale da Telha, Aljezur

Praia da Arrifana em Aljezur

Aljezur é uma excelente solução para umas férias tranquilas já num mar atlântico menos frio do que o habitual. Pertencente à província do Algarve, este concelho apresenta muitas soluções a nível de restauração, alojamento e diversão. E é uma daquelas zonas que não pode perder se quer conhecer Portugal.

Fugindo às praias sobrelotadas do sul algarvio e não tendo como destino propriamente o centro de Aljezur, surge no seu litoral a urbanização Vale da Telha, que serve de apoio e dormitório para que veraneia nas praias da Arrifana e Medo da Fonte Santa. As praias estão separadas por um pedaço de costa rochosa conhecida por Palmeirinha.

Entre as duas praias há um ponto de observação do atlântico, que com certeza deverá estar na lista dos locais mais ocidentais de Portugal continental.

Vila Nova de Foz Côa

Paisagem do Douro vinhateiro para conhecer Portugal

Uma jornada mais do que histórica: arqueológica. E com promessa de boa bebida para acompanhar. Para os interessados pelas rotas do vinho mas também pelo passado de Portugal, Foz Côa é um sítio a visitar este ano.

E há muito que fazer nesta cidade do interior a pouco mais de duas horas do Porto. No topo da lista está, naturalmente, o Museu da Fundação do Côa, situado no Parque Arqueológico do Vale do Côa, onde poderá observar a arte rupestre que tornou a região ainda mais popular.

Trata-se de uma viagem que alia a tranquilidade com a boa arte de comer e beber, especialmente se visitar as quintas do Douro Vinhateiro, que só o interior consegue oferecer.

Castelo de Vide

Panorâmica de Castelo de Vide

Já dentro dos limites do Parque Natural de S. Mamede, visitar Castelo de Vide vale muito a pena, tanto pelo que o município tem para oferecer como pelo que há ao seu redor.

As ruas estreias e casa caiadas fazem de Castelo de Vide uma imagem de postal e a vontade de se perder pelas ruelas laberínticas da zona da Judaria é atractiva. Esta pequena área de vias em pedra remonta ao século XIII e ao Reinado de D. Dinis.

Muita história conta Castelo de Vide, que contempla, assim, uma das provas mais evidentes da presença judia em Portugal. Se se perder com sucesso, conseguirá chegar à Sinagoga-museu, que conta melhor do que ninguém o passado cultural daquela região.

Naturalmente, o Castelo também é outra atração a visitar: a fortificação encontra-se em bom estado de conservação e permite uma vista desafogada sobre a vila e serra de S. Mamede.

Moura

Rua de Moura no Alentejo

Está na génese da cidade o romance e a tragédia, o que só pode fazer de Moura um sítio especial. Reza a lenda que o nome da cidade remonta para a princesa moura Salúquia, que se atirou da torre do castelo quando reparou que não era o noivo, que partira para a guerra contra os portugueses, que voltara à cidade, mas sim os homens liderados por D. Afonso Henriques.

O mote shakespearino está dado para a visita a esta cidade campestre em pleno Alentejo. O que pode esperar são belos passeios pelas ruas de Moura, visitas ao Jardim Doutor Santiago e ao Lagar de Varas do Fojo e, por fim, passagem obrigatória pelo Castelo da cidade.

Pode ainda aproveitar os arredores para visitar a barragem do Alqueva, onde pode usufruir de um belo passeio de barco pelas águas que submergiram a antiga Aldeia da Luz.

Veja também